domingo, 31 de agosto de 2014

Luciano Faccioli de volta a TV


Luciano Faccioli é o novo contratado da TV Jornal, afiliada do SBT em Pernambuco.



Longe da televisão desde maio, quando rescindiu com a Band, onde apresentava o “Primeiro Jornal” para toda a rede, o jornalista já assinou contrato e será anunciado como o principal reforço do canal pernambucano.

Faccioli terá um programa no concorrido horário do almoço, onde disputará audiência com o vice-lider “Cardinot Aqui na Clube”, apresentado por Cardinot na TV Clube/Record.

A estreia deve acontecer na segunda quinzena de setembro.

Luciano Faccioli, que também já foi da Record, onde era líder com o “São Paulo no Ar”, recentemente recebeu uma proposta da RedeTV!, mas preferiu recusá-la, por não concordar com os termos oferecidos.

O jornalista tem 48 anos e começou sua carreira em 1989, em emissoras do litoral paulista. Em 2004, foi para a Record, onde também participou do “Hoje em Dia” e do “Tudo a Ver”.

Em 2010, foi contratado pela Band em um contra-ataque após perder Marcelo Rezende para a concorrente.

Chegou a apresentar algumas edições do “Brasil Urgente” após a polêmica ida e volta de José Luiz Datena, mas depois seguiu com o “Primeiro Jornal”, que acabou substituído pelo “Café com Jornal” em maio, deixando Faccioli sem função na Band, optando pela sua saída.

Por: Auvaro Maia

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Por acionar Justiça comum, Icasa é excluído da Série B pelo STJD

Verdão do Cariri está excluído da Série B do Brasileiro por ter recorrido à Justiça Comum em esgotar instâncias do Poder Desportivo. Há ainda multa de R$ 50 mil



O Icasa tentou obter uma vaga na Série A e acabou excluído da Série B. Em julgamento na Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Verdão do Cariri foi punido, por três votos a um, por ter recorrido à Justiça comum antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva. No início do ano, o time cearense alegou escalação irregular de um jogador do Figueirense e pleiteou um lugar na elite do futebol brasileiro. Também nesta sexta, o Botafogo-PB foi punido pelo mesmo motivo.

A próxima partida do Icasa pela Série B é contra a Ponte Preta, na próxima sexta-feira, dia 5, em Juazeiro do Norte, e para efeitos legais só poderia ser realizada caso o Verdão consigam efeito suspensivo. No entanto, o presidente do STJD, Caio Rocha, ainda não decidiu se a punição será cumprida imediatamente ou somente após julgamento do Pleno do Tribunal. O Icasa foi enquadrado no artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário.

O Verdão do Cariri foi representado pelo advogado Osvaldo Sestário, que tentou argumentar que o caso já havia sido prescrito, alegando que a denúncia da CBF foi realizada apenas 60 dias após o fato. Entretanto, a Quarta Comissão do STJD não aceitou a hipótese.  O relator Lucas Rocha pediu a aplicação da pena do artigo 231, com exclusão do campeonato e multa de R$ 50 mil. Dois auditores e o presidente da Comissão, Wanderley Godoy Júnior, acompanharam o voto do relator. Apenas um auditor pediu absolvição, mas o STJD decidiu pela punição. Sestário, que defendeu Icasa e Botafogo-PB nos julgamentos, criticou o rigor da punição.

- Nós tivemos no começo do ano o Flamengo, o Fluminense, a Portuguesa tentando se beneficiar com ações de terceiros. Entraram com a ação. E cadê a denúncia? Aconteceram? O porquê eu não sei. Quem está aqui hoje no no STJD é o Icasa, Tiradentes, Botafogo-PB, Cianorte... Fica esse meu questionamento - declarou.


Entenda o caso

Comissão disciplinar do STJD. FOTO: Sofia Miranda

A diretoria do Icasa, quinto colocado da Série B em 2013, anunciou no último dia 7 de fevereiro que havia entrado com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para ganhar uma vaga na Série A do Campeonato Brasileiro. A alegação era de que o volante Luan, do Figueirense, foi escalado de maneira irregular na partida do clube catarinense contra o América-MG, ocorrida no dia 28 de maio, no Independência, em Belo Horizonte, pela Série B do ano passado. No entanto, a CBF afirmou que o jogador não estava irregular, e o STJD arquivou a denúncia.


No dia 15 de abril, o Verdão do Cariri conseguiu liminar na Quarta Vara Cível do Rio de Janeiro para disputar a Série A do Campeonato Brasileiro. Caso não cumprisse a determinação, a CBF seria multada em R$ 100 mil por dia. Entretanto, a entidade conseguiu cassar a liminar antes do início do Brasileirão, e as tabelas das Séries A e B foram mantidas. O caso foi apenas um dos que levaram à saída do diretor de registros e transferências da CBF, Luiz Gustavo Vieira, que deixou o cargo no final de julho.


Fonte:Globoesporte.com 



E mais uma vez um equipe carioca é beneficiada. Com a exclusão do Icasa, todos os jogos do time ja realizados seriam anulados e seria dado W.O para o adversário, que beneficiariam os times que perderam ou empataram com o Icasa (Vasco e América -MG) em relação aos que ganharam (Ceará, Joinville, Luverdense, Avaí e outros). E aí agora vão tirar pontos do América MG. Advinhem quem iria assumir a liderança da Serie B isolada com isso???? O vasco!

Samba Amigo

Zeca Pagodinho é o ilustre convidado do Samba Amigo deste sábado

Robson Aldir e Zeca Pagodinho Crédito: André Henriques - Rádio Globo


Um dos maiores expoentes do samba, Zeca Pagodinho é o convidado do próximo Samba Amigo! Descontraído e irreverente como de costume, o mestre do samba conta histórias desde o início da carreira, passando pelos "causos" do famoso sítio em Xerém, até os projetos que tem para o futuro.

Não vai perder, né? O Samba Amigo vai ao no sábado, dia 30, às 13h, na Rádio Globo em todo o Brasil!

Fonte:Rádio Globo

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Justiça autoriza retomada de obras em campo de General Severiano


Liminar cassada permite Botafogo dar continuidade a processo de transformação de gramado em piso sintético

Imagem do inicio da semana mostra que tratores tomaram conta do campo de General Severiano Foto: Reprodução


Uma decisão publicada no dia 4 de agosto autorizou o Botafogo a seguir com as obras que vão transformar o gramado do CT João Saldanha, em General Severiano, em campos de grama sintética. A decisão do desembargador Lúcio Durante, da 35ª Vara Cível do Rio de Janeiro, foi a de cassar a liminar que impedia a construção, depois que os conselheiros Manoel Renha, Carlos Eduardo Pereira, Antônio Carlos Mantuano e Nelson Muffarej entraram com a ação na Justiça, tendo como réus o clube e o presidente Maurício Assumpção.

Em sua decisão, o desembargador contesta os argumentos dos autores da ação, explicando que o estatuto do Botafogo não obriga o presidente a submeter ao Conselho Deliberativo decisões desse tipo. Além disso, explicou que a paralisação da obra tende a ser ainda mais dispendiosa financeiramente para o clube. O relatório da decisão judicial aponta que os gastos com a obra já são de R$ 700 mil.

A liminar que paralisou a obra tinha como base o contrato inicialmente estabelecido pelo Botafogo com duas empresas, que seriam responsáveis pelo custeio e participariam da construção de uma área de lazer no local, como bares. No entanto, após a contestação feita pelos conselheiros, o presidente Maurício Assumpção anunciou o rompimento do vínculo. A partir de então, o clube passou a arcar com a obra.

Fonte: Fala Glorioso

Setembro é o mês de aniversário da Rádio Nacional do Rio de Janeiro e também o Meu!


Rádio construiu sua identidade com uma programação ancorada na música popular e radionovelas



A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) vai iniciar o mês de setembro comemorando o aniversário da Rádio Nacional AM 1130, do Rio de Janeiro. A tradicional emissora tem programação voltada aos mais diversos gêneros musicais, como samba, choro, forró, moda de viola, MPB, entre outros. Junto com a Rádio MEC AM 800 e FM 98.9, a Nacional AM integra as emissoras públicas controladas pela EBC na capital fluminense.
 
Criadas em momentos distintos, percorreram caminhos similares em defesa da promoção da cultura, da educação e da cidadania. Cada emissora, voltada a um segmento de público. A Rádio MEC mantém seu compromisso com a educação, a música clássica, o radioteatro e programas voltados para temas científicos. A Rádio Nacional, com outro perfil, construiu sua identidade com uma programação ancorada na música popular, radionovelas, narrações esportivas, programas humorísticos e noticiários.


Ambas as emissoras viveram o auge do rádio transmitido ao vivo, com programas de auditório abertos ao público, transmissões diretas de seus estúdios e dos espaços culturais do Rio de Janeiro, grupos musicais e orquestras próprias, elencos de radioteatro e professores de várias disciplinas nos programas educativos. Com o objetivo de resgatar parte das matrizes do rádio brasileiro, desde o ano passado a EBC fortaleceu o Núcleo de Jornalismo e a rádio também voltou a transmitir futebol.
 
A Rádio Nacional do Rio de Janeiro, fundada em 12 de setembro de 1936, foi, durante os anos 1940 e 1950, o maior veículo de comunicação de massa do Brasil. Primeira emissora de alcance nacional, espalhou-se pelo país com seus noticiários, esporte, a dramaturgia, a música e o humor. A Rádio Nacional consolidou-se como matriz do rádio popular, explorando sempre todas as possibilidades do rádio e se fazendo exuberante em sua diversidade de formatos e conteúdos.
 
Com informações do site da EBC

Rádio Globo publica comunicado informando cancelamento de festa religiosa no Rio de Janeiro


Rádio Globo esclarece cancelamento de festa promovida pelo Show do Antonio Carlos



A Rádio Globo AM 1220 FM 89.5 do Rio de Janeiro publicou um comunicado nesta quarta-feira (27) informando o cancelamento da festa de São Cosme e Damião na capital fluminense. Segundo a emissora, que é controlada pelo Sistema Globo de Rádios (SGR) a medida se deu devido ao período eleitoral e pela possibilidade de panfletagem entre o público.

O comunicado também serviu para retificar uma informação dada durante o programa Show do Antônio Carlos. O comunicador havia dito que a emissora havia cancelado, além da festa de São Cosme e Damião, a Marchinha e o Bloco de Carnaval. A informação causou dúvidas entre os ouvintes e vários comentários na Internet.

Segundo comunicado da Rádio Globo "Ao contrário do que foi noticiado no Show do Antônio Carlos, a Rádio Globo não suspendeu os eventos "Marchinha" e "Bloco do Carnaval", realizados pelo programa. A única festa cancelada foi a de São Cosme & Damião, por ser uma distribuição de doces e presentes em local público, com aglomeração de pessoas, e portanto inadequada em ano eleitoral, visto que pode gerar mal-entendidos e ser alvo de panfletagem de candidatos".

A Marchinha é um concurso promovido pelo Show do Antonio Carlos, na época do Carnaval. As pessoas se inscrevem e são escolhidas as 10 melhores. Depois de escolhidas, há uma apresentação no auditório da Rádio Globo e um júri escolhe a melhor. O autor da marchinha escolhida participa do Bloco de Carnaval, bloco liderado por Antonio Carlos, com presença de todos que fazem parte do programa. O bloco circula pela Rua do Russel, na Glória, em frente a sede da Radio Globo.

Leonardo Monteiro, Karla de Luca e Antonio Carlos Festa de São Cosme e São Damião 2013: Foto Blog da Rádio Globo

A festa de São Cosme e Damião foi adiado, este ano, por conta da eleição. Ela é realizada todos os anos na praça do Russel em frente a Radio Globo Rio. Durante o evento, há farta distribuição de doces, lanches e presentes para as crianças, com a participação de todos do Show do Antonio Carlos. Segundo o diretor da Rádio Globo, Claudio Henrique, "para os próximos anos estamos estudando novos formatos, como, por exemplo, fazer a festa para crianças em hospitais públicos".

A VOZ DO BRASIL


Rádios têm autorização para flexibilizar "A Voz do Brasil" no dia 1º de setembro



As rádios de todo o Brasil poderão flexibilizar o horário de transmissão do programa “A Voz do Brasil” no dia 1º de setembro, com início entre as 19h e 21h. A medida foi autorizada pela Casa Civil e pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom). Vale ressaltar que a flexibilização será válida apenas para o dia determinado pelo governo federal.

A solicitação foi feita pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e a medida foi atendida pela Casa Civil e pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), em atendimento ao pedido da Rede Jovem Pan (liderada pela Jovem Pan AM 620 FM 100.9), que transmitirá neste dia o debate com os candidatos a presidente. O debate acontecerá entre 17h45 e 19h25.

Além da rede Jovem Pan, todas as rádios brasileiras poderão apresentar a Voz do Brasil com início até as 21h. O pleito da Abert está baseado na Medida Provisória 648 de 2014, que determina, no artigo 2º, a possibilidade de solicitar aflexibilização do programa em casos excepcionais e de interesse público.

A portaria assinada pelos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Thomas Traumann (Secom) será publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (28). O presidente da Abert, Daniel Slaviero, ressaltou que  “fica cada vez mais claro que às 19 horas acontecem fatos relevantes para a sociedade brasileira que não devem ser interrompidos. A flexibilização da Voz do Brasil é fundamental para que o ouvinte não seja privado de informações importantes”.

A Medida Provisória que flexibiliza o horário de transmissão da Voz do Brasil nas rádios brasileiras poderá ser votada em mais uma semana de esforço concentrado, que será realizada em setembro. Deputados e senadores têm até o início de outubro pra votar a MP da Voz do Brasil, ou ela perde a validade.

Com informações da assessoria de comunicação da Abert

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Direção da Band suspende Datena por dois dias

TV Bandeirantes suspende Datena após entrar no estúdio da Rádio Bandeirantes xingando Milton Neves


O apresentador José Luiz Datena ficará de fora da tela da Band até, pelo menos, quarta-feira, 27. Isso porque ele foi suspenso pela direção da emissora, que desaprovou a atitude irresponsável do colaborador. No domingo, 24, o titular do ‘Brasil Urgente’ invadiu o estúdio da Rádio Bandeirantes AM 840 FM 90.9 de São Paulo para gritar com o jornalista Milton Neves.

Durante a atração que comanda na emissora radiofônica antes das jornadas futebolísticas de fim de semana, Milton, ao conversar por telefone com o comentarista Neto, lembrou que Datena chegou a morar e trabalhar em Curitiba – época em que, segundo o cronista esportivo, contou com a ajuda do ex-jogador de futebol conhecido por Capitão Hidalgo, ficando na pensão que o atleta mantinha.

Irritado com a história revelada pelo colega, Datena entrou no estúdio da Rádio Bandeirantes e começou a gritar "Meu, que m... é essa que você fala? Que m... é essa? É o car...!"complementou o irritado jornalista. Na sequência, espaço ao intervalo comercial.

Com a atitude, Datena já ficou de fora do "Brasil Urgente" de segunda-feira, 25, sendo substituído pelo repórter Lucas Martins. Oficialmente, a Band não confirma as razões para o apresentador titular voltar, provavelmente, ao comando do noticiário na quarta.

Informações do Portal Comunique-se

Capitão Hidalgo não entende que vazaram no ar

Capitão Hidalgo não entende fúria e xingamentos de Datena

Foto:Blog do Capitao Hidalgo

Ex-jogador de futebol entre 1960 e 1975, com passagens pelo XV de Piracicaba, Santos e Coritiba, Capitão Hidalgo foi um dos primeiros ex-atleta a ter a função de comentarista, e lá se vão quase 40 anos no rádio esportivo, nesse período foram foram várias transmissões internacionais, 8 Copas do Mundo, 2 anos de Fórmula 1 (87 e 91). Trabalhou nas principais emissoras de rádio como Tupi de São Paulo (89 a 92),  Rádio Record-SP (98), esteve no ano passado na Rádio CAP 95.7- FM de Curitiba, e  atualmente está  na Rádio Evangelizar – AM 1060 KHz – de Curitiba, onde comanda das 17 às 18 horas o programa "Nosso Mundo Esportivo" ao lado de Jaques Santos, Luiz Cláudio o belo da Moóca e Felipe Alves.

Conversamos com o Capitão Hidalgo que entre tantos profissionais, ajudou a revelar nomes como João Guilherme, Jorge Vinícius, Linhares Junior, Ulisses Costa e José Luiz Datena. Hidalgo ficou sabendo da polêmica no próprio domingo da envolvendo Datena e Milton Neves na Rádio Bandeirantes e realmente não entendeu o motivo da revolta do apresentador do Brasil Urgente da Band e âncora da Bradesco Esportes FM.

"Confirmo tudo que o Milton falou, encontrei o Neto no sábado e conversamos por um bom tempo, realmente ajudei o Datena aqui em Curitiba, assim como ajudei outros jovens talentosos que estavam começando a carreira nesse período. Em 1980,  Datena veio pra cá direto de Ribeirão Preto, eu trabalhava em uma rádio e coordenava a equipe de outra emissora onde ele foi trabalhar e por lá  ficou por dois anos, realmente ele passou dificuldades, mas não fome. Teve até um diretor que foi muito infeliz ao falar que aquele jovem magrinho na época não tinha futuro no rádio, sei que ele não gosta de tocar nesse assunto, pois ficou muito magoado, mas depois voltou para Ribeirão Preto, trabalhou na TV Globo e depois foi para a São Paulo trabalhar na equipe do Show do Esporte do saudoso Luciano do Vale.  Lembro que quando chegou aqui seu filho Joel tinha 3 anos, e depois sua esposa ficou grávida. Ajudei a acomodá-los em um apartamento perto da minha casa, o tempo passou e fiquei muito orgulhoso em saber que se deu bem na profissão, pois talento e vontade ele  tem de sobra por isso é o que é. Não entendi o motivo da fúria e xingamentos ao invadir o estúdio. Acho que alguém deve ter distorcido o que o Milton tinha falado ou pode ser outra história, sei lá.  Realmente torço para que tudo dê certo para ambos, pois a admiração é mutua" finalizou Hidalgo que deverá comandar em breve um programa esportivo na TV Evangelizar na NET de Curituba, após as eleições poderá comentar futebol em uma conhecida rádio de Curitiba.

Postado por Anderson Cheni  

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Datena xinga Milton Neves ao vivo

Datena invade estúdio da Rádio Bandeirantes e xinga Milton Neves ao vivo


O apresentador do Brasil Urgente, José Luiz Datena, da Rede Bandeirantes, brigou com o colega de Band Milton Neves na manhã deste domingo (24). O apresentador do Terceiro Tempo contava uma história de Datena no programa Domingo Esportivo, da rádio Bandeirantes AM 840 FM 90.9 de São Paulo, quando o titular do Brasil Urgente invadiu o estúdio aos berros e xingou no ar. "Que m... é essa?", questionou. O programa foi para o intervalo às pressas.



Milton Neves e Neto no Programa Terceiro Tempo Foto: Página do Terceiro Tempo


Milton Neves conversava com o comentarista Neto, por telefone, sobre o ex-jogador do Coritiba José Hidalgo Neto, conhecido como Capitão Hidalgo. O apresentador contou no programa que José Luiz Datena morou em uma pensão do atleta quando trabalhava no Paraná. "Sabe quem morou na casa do Hidalgo em Curitiba, que estava desempregado na vida? José Luiz Datena. "Filou boia" lá e até hoje ele é grato, porque tem muito ingrato por aí que não olha para trás, mas o Datena agradece o Hidalgo até hoje".

Na sequência, Milton Neves elogiou Datena e mandou um recado diretamente a ele: "Eu, viu, Datena, também trabalhei no rádio esportivo de lá (do Paraná) e morei em uma pensão que eu vou dizer uma coisa para você... e você morava com o Hidalgo e estava muito bem acomodado. Ao contrário de você, eu passei fome e frio. Grande Datena, deitou e rolou no Paraná antes de virar essa estrela nacional".

Após a história, Milton Neves ofereceu um vinho a Datena. Minutos depois, foi interrompido pelo apresentador do Brasil Urgente, que invadiu o estúdio aos gritos e xingou o colega de Band: "Meu, que m... é essa que você fala? Que m... é essa? É o car...!", bradou o jornalista. Os palavrões vazaram no ar e programa foi interrompido.


Com informações do Notícias da TV


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Viva o nosso Maluco Beleza!

Hoje faz 25 anos que perdemos Raul Seixas.




Raul Seixas nasceu em Salvador, no dia 28 de junho de 1945. Foi cantor e compositor, considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Além da música, Raul também se interessava por filosofia, psicologia, história, literatura e latim. Lançou 17 discos em seus 26 anos de carreira.

Um dos grandes nomes da música brasileira morria em um dia como este, em São Paulo, em 1989. Raul Seixas morreu vítima de um ataque cardíaco, resultado do seu alcoolismo, agravado pelo fato de ser diabético e por não ter tomado insulina na noite anterior, o que provocou uma pancreatite aguda fulminante.

Sua primeira banda era chamada Os Relâmpagos do Rock, que mais tarde mudaria de nome para The Panthers e, finalmente, Raulzito e os Panteras. Contudo, a fama e o reconhecimento ainda estavam longe, tanto que no final dos anos 60 ele tentou a carreira como produtor na CBS, onde produziria e comporia para Jerry Adriani, Renato e Seus Blue Caps, Trio Ternura, Sérgio Sampaio e outros. Contudo, perdeu o emprego por usar o dinheiro da empresa, sem conhecimento dos seus superiores, na realização do seu LP, Sociedade da Grã Ordem Kavernista Apresenta Sessão das Dez. 



Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10 é o único álbum lançado pela banda Sociedade da Grã-Ordem Kavernista que contava com a participação do cantor, ator, dançarino, produtor teatral e artista plástico Edy Star, da cantora brasileira Míriam Batucada, do cantor e compositor brasileiro Raul Seixas e do cantor e compositor brasileiro Sérgio Sampaio.







O reconhecimento do seu trabalho aconteceria em 1972, quando foi às finais do Festival Internacionl da Canção, evento de música da Rede Globo, com Let Me Sing Let Me Sing e Eu Sou Eu Nicuri é o Diabo. A participação valeu um contrato a Philips Phonogram. Ele lançou um compacto com esta música e, mais tarde, um segundo, Ouro de Tolo, seu primeiro grande sucesso.

Era o começo de uma carreira promissora, em que produziu 21 álbuns de estúdio, ao longo de 26 anos. Entre seus parceiros musicais está o escritor Paulo Coelho. Eles começaram a formar em parceria o grupo Sociedade Alternativa, anarquista, baseado na doutrina de Aleister Crowley e também destinado a estudos esotéricos. O grupo foi considerado subversivo pelo regime militar brasileiro e ambos se exilaram nos Estados Unidos, entre 1973 e 1974. No exterior, Raul conheceria ídolos como Elvis Presley, John Lennon e Jerry Lee Lewis.

Nesta época, foi lançado Gita, possivelmente o seu maior sucesso de vendagens e repercussão. Depois, seguiram outros trabalhos igualmente bem aceitos pelo público como Novo Aeon, Há 10 Mil Anos Atrás (último em parceria com Paulo Coelho), Raul Rock Seixas, O Dia Em Que a Terra Parou.


A partir dos anos 80, a saúde de Raul Seixas mostrou sinais de fragilidade por conta do consumo de álcool. Contudo, ele seguiu trabalhando em projetos como Mata Virgem, Por Quem os Sinos Dobram, Abre-te Sésamo. Passou a sofrer de hepatite crônica em virtude da bebida e começou a ter problemas com contratos e shows.
 
Pouco antes de sua morte, em 1988, Raul compôs, gravou e excursionou com o também baiano Marcelo Nova, vocalista da banda punk Camisa de Vênus. Seu último LP, A Panela do Diabo, foi lançado dois dias antes de sua morte. Curiosamente, depois disso, Raul passou a ser mais venerado do que nunca e seus trabalhos póstumos foram todos sucessos de vendas. Até hoje é comum escutar o pessoal gritando "toca Raul" ao pedir música para bandas em bares e festas.



Fonte:seuhistory.com

domingo, 17 de agosto de 2014

Estreia Adiada


Estreia de José Carlos Araújo no SBT é adiada




Apesar de ter fechado contrato recentemente, a direção do SBT decidiu que José Carlos  Araújo só poderá estrear depois de inseridas as chamadas comerciais na emissora. Zé Carlos deve estrear até o dia 25 de agosto, no horário de 12h45 às 13h.

A parte artística e publicitária já está toda acertada e a força do nome do Garotinho animou a todos da emissora de Sílvio Santos no Rio de Janeiro.

Vale lembrar que os anunciantes da Band acreditaram no projeto e no prestígio do mais badalado locutor esportivo carioca e estão acompanhando Zé Carlos no projeto dentro do SBT Rio.

Aqui em São Paulo um conhecido comentarista me perguntou quando José Carlos Araújo deverá voltar para a Rádio Globo. Ele justifica. “Foram raras as vezes na história do rádio que  um locutor teve tanta empatia com a grife de uma empresa como há entre Zé Carlos e a Globo. Pelo que conheço dos acionistas, duvido que o segundo lugar no esporte esteja agradando. A volta dele seria uma ação que a concorrência não poderia evitar. O ouvinte tradicional da Globo aceita e está acostumado com a plástica dos tempos do Zé Carlos. Seria capaz de apostar as Copas do Mundo que fiz na minha carreira”, afirmou o jornalista que não quis se identificar.



O que se sabe é que o locutor está firme e forte no projeto Transamérica, emissora onde ele tem carta branca para fazer o que bem entender.


Por: radioverdade.com

RÁDIO VERDES MARES SOBRAL


FIM DE UMA ERA RÁDIO CAIÇARA AM 910 SAIRÁ DO AR NESTE DOMINGO 



Verdes Mares AM 810 de Fortaleza vai expandir sua presença no estado do Ceará. A partir deste domingo, a marca estará presente na região de Sobral, por meio da Rádio Caiçara AM 910 de Sobral. A confirmação da negociação foi confirmada na noite desta quinta-feira, dia 14.

Após 27 anos no ar, mais de 15 deles com a denominação de Rádio Caiçara AM, chegam ao fim as transmissões da emissora, uma das rádios mais tradicionais do interior cearense. A Rádio Caiçara foi vendida para o Sistema Verdes Mares de Comunicação. A negociação, que já se arrastava há alguns meses, foi confirmada no início da noite desta quinta-feira(14).

A partir da zero hora deste domingo (17), a Rádio Verdes Mares AM começa a transmitir sua programação para mais de 40 cidades da região Norte do Ceará pela frequência 910 AM. Com mais de 90% da programação composta por programas noticiosos, a rádio tem se destacado como a emissora que mais tem dedicado atenção às demandas da comunidade local.

A AM 910 passará a ser controlada pelo Sistema Verdes Mares de Comunicação, que também é responsável pela operação da Verdes Mares FM e a 93 FM 93.9 de Fortaleza, Recife FM 97.5 do Recife e Rádio Tamoio AM 900 do Rio de Janeiro, além de TVs e jornal.





A saída da Rádio Caiçara do ar deixará uma enorme lacuna no rádio Sobralense. Os programas de sucesso da emissora e seus profissionais, alguns há mais de 10 anos no ar em seus respectivos programas, certamente ainda serão lembrados por muito tempo pelos ouvintes.

Fonte:Sobral Portal de Notícias 

sábado, 16 de agosto de 2014

Se essa moda pega!


Barueri faz greve, não entra em campo e Operário vence por W. O. na Série D



O futebol brasileiro escreveu mais um capítulo de sua história dentro das quatro linhas. O Grêmio Barueri não compareceu na Arena Barueri e o Operário-MT venceu por W. O., em jogo válido pela quinta rodada do grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro. O time mato-grossense foi declarado vencedor pelo placar de 3 a 0.

A delegação do Operário compareceu ao estádio e aguardou o Grêmio Barueri por 30 minutos. Após o tempo de espera, a equipe mato-grossense foi declarada vencedora pelo trio de arbitragem.

O presidente do Operário, Giovanni Banegas, lamentou a situação e espera que esse fato sirva para se rever o que acontece no futebol brasileiro.

A diretoria tentou negociar com o plantel. No entanto, eles estavam irredutíveis e decidiram não entrar em campo para defender as cores do Barueri. Apenas os atletas que moram no Centro de Treinamento permaneceram no local.

Os jogadores chegaram a afirmar anteriormente que só seguiriam para a Arena Barueri caso os dirigentes arcassem com a dívida nesta sexta-feira. Como a promessa não foi cumprida, eles mantiveram a decisão. Uma fonte ouvida pela reportagem informou que os atletas só retornarão às atividades na segunda-feira para reiniciar os treinos.

Durante a semana, os jogadores procuraram o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp). O órgão vem prestando todo respaldo jurídico necessário.

O grupo tomou a atitude respaldado pelo artigo 32 da Lei Pelé que diz que após dois meses sem receber salário, o jogador não é obrigado a entrar em campo.

"Eles voltam a treinar na segunda-feira. A diretoria prometeu que na terça iria fazer os pagamentos. Isso é complicado porque alguns jogadores correm o risco de despejo e outros correm o risco de ficar sem luz em casa", afirmou Thiago Rino.


Por: Pedro Ponzoni UOL

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Woodstock Music & Art Fair


Há 45 anos começava o Festival de Woodstock





Há exatos 45 anos, o festival abria as portas para mais de 650 mil pessoas que pisaram no solo roqueiro de Woodstock. Para conferirem shows de 32 dos maiores nomes da musica à época, entre eles: Joan Baez, Santana, Greatful Dead, Creedence Clearwater Revival, Janis Joplin, Sly & the Family Stone, The Who, Jefferson Air Plane, Joe Cocker, Corsby, Stills, Nash & Young e Jimi Hendrix.
Desde então, o rock nunca mais foi o mesmo. 15, 16 e 17 de agosto de 1969, três dias de Paz, Amor e música. Este era o lema, o sonho e a religião de 650 mil pessoas que pisaram no solo roqueiro. O lendário festival que caracterizou a era hippie e a contracultura, foi um marco na história da música. 

O mundo, e especialmente os Estados Unidos, passavam por tempos conturbados. Guerras, violência, desigualdade social e muita desilusão. A década de 60, a mais desorientada do século, conhecia o seu fim com uma sensação de: “e agora?”. E foi exatamente neste clima, um tanto sombrio e amedrontador, em que quatro jovens visionários, e com algum dinheiro sobrando no bolso, John Roberts, Joel Rosenman, Artie Kornfeld e Michael Lag, decidiram, simples assim, fazer um Festival de Rock.




Woodstock aconteceria fora da cidade grande, enfatizando o clima existente de “volta ao campo”, mas a intenção sempre foi de realizar o “maior festival musical de todos os tempos”. E para atrair seu público alvo, os jovens, foram usados todos os símbolos e frases consagrados pela contracultura. O próprio slogan do evento, “três dias de paz e música” , era baseado na contracultura. O slogan continha em si o sentimento de antiguerra, o conceito da Era de Aquarius (disseminado com o musical ”Hair”), e a intenção dos organizadores de manter a paz no evento. O próprio Kornfeld explicou que festival não deveria ser pensado como construção de palcos, assinatura de contratos ou venda de ingressos. Woodstock deveria ser um estado de espírito, um acontecimento para se tornar um ícone de toda uma geração.

Os organizadores foram considerados loucos e pretensiosos por intencionarem realizar o maior festival de música já feito e reunir 100 mil pessoas. Mas Woodstock superou todas as expectativas e se revelou um verdadeiro fenômeno. Quase meio milhão de pessoas foram até Woodstock aproveitar 3 dias de mentes abertas e muito rock. O festival acarretou um dos piores engarrafamentos em Nova Iorque, mas não houve nenhum acidente ou violência durante o festival. Criou-se uma nação dentro de uma nação, reunida por seus ideais e sua vontade de se divertir, embaladas ao som de The Who, Jefferson Airplane, Jimmy Hendrix, Janis Joplin, Joe Cocker, Bob Dylan… Uma seleção dos sonhos, montada com o melhor da safra roqueira sessentista, que só precisaram de um palco para fazer história.


O evento tornou-se um verdadeiro ícone da contracultura. A força jovem e a liberdade assustaram os mais velhos e conservadores. As dimensões de Woodstock foram além das milhares pessoas reunidas no festival, tanto que as discussões sobre sua importância persistem, mesmo 3 décadas depois. E até hoje o evento divide opiniões.

Muitos dizem que Woodstock foi o fim de toda a ingenuidade e utopia que cercavam os anos 60. Outros dizem que foi o apogeu de todas as mudanças e desenvolvimento na sociedade. Mas todos concordam que o festival foi um marco importante não só para a história da música, do Rock and Roll, mas um marco cultural e uma realização para a história do homem.





Woodstock Fatos


Nome: Festival de Música e Artes de Woodstock;
Local: Bethel, cerca de 160 quilômetros de NY;
Data: 15, 16 e 17 de agosto de 1969;
Público Previsto: 100 mil pessoas;
Público Pagante: 200 mil pessoas;
Público Presente: 650 mil pessoas;
Nº de shows: 32;

Artistas:

Sexta-feira 15/08: Richie Havens, Swami Satchidananda, Sweetwater, The Incredible String Band, Bert Sommer, Tim Hardin, Ravi Shankar, Melanie, Arlo Guthrie e Joan Baez.

Sábado 16/08: Quill, Keef Hartley Band, Country Joe McDonald, John Sebastian, Santana, Canned Heat, Mountain, Grateful Dead, Creedence Clearwater Revival, Janis Joplin com a The Kozmic Blues Band, Sly & the Family Stone, The Who e Jefferson Airplane.

Domingo 17/08: The Grease Band, Joe Cocker, Country Joe and the Fish, Ten Years After, The Band, “Blood, Sweat & Tears”, Johnny Winter, “Crosby, Stills, Nash & Young”, Paul Butterfield Blues Band, Sha-Na-Na e Jimi Hendrix.

E foi exatamente assim. Das 650 mil pessoas que estiveram em Woodstock menos de 200 mil compraram ingressos. O restante derrubou as cercas e a cotoveladas conseguiram participar do festival.

Woodstock abriu – com três horas de atraso, é claro – ao som do violão de Ritchie Havens. Ele estava originalmente programado para ser a quinta atração a subir no palco. Mas até os músicos tiveram dificuldade de transpor o congestionamento de carros que levava até a pequena cidade de Bethel. Como Havens era um dos únicos artistas presentes, foi atirado ao palco para acalmar o público impaciente. “Eu só queria sobreviver!”, lembra Havens.

Além de reunir ícones como Jimi Hendrix, The Who, Janes Joplin, entre outras dezenas de estrelas, o festival também revelou talentos. Santana, o jovem mexicano que tocava em pequenos clubes de San Francisco, apresentou-se diante de um oceano de pessoas. O novato se apoderou do palco como um leão, entregando uma das performances mais memoráveis do evento. Santana entrou como um desconhecido e deixou Woodstock com o status de lenda.

Nem todos tiveram a mesma sorte. Uma das bandas mais emblemáticas da cena hippie, o Grateful Dead, tocou apenas quatro músicas. O palco estava dando choque e do amplificador do baixista Phil Lash saía a transmissão de rádio do helicóptero que sobrevoava o evento.

A desorganização foi tanta que Jimi Hendrix tocou depois do último dia do festival. Sim, o evento, que durou oficialmente de sexta a domingo, teve ainda na segunda-feira de manhã o show do guitar hero Jimi Hendrix. Restavam ainda 35 mil pessoas, que viram, provavelmente o melhor: Hendrix, e o ouviram tocar “The Star-Splanged Banner”. Ele transformou o hino americano em um protesto sem palavras contra a Guerra do Vietnan. Com sua guitarra, Hendrix intercalou a reverenciada melodia do hino com o som de bombas caindo. O músico lembrou a todos que o significado de Woodstock transcendia a música.

Foi o ponto mais alto de um movimento que morreria antes do final década. Naquele mesmo ano, 1969, os hippies comandados por Charles Manson maculariam o lema de paz e amor ao assassinar a atriz Sharon Tate. A década foi fechada pelo desastroso show dos Rolling Stones em Altmont, em San Francisco. E o assassinato de um fã cimentou de vez a aura pacifista da década.



Woodstock Três Dias de Paz, Amor e muito Rock and Roll

Migração para o FM


Rádio FM tem a sua faixa ampliada até 76 MHz




A instalação de uma estação de testes, autorizada nesta quarta-feira, 13, pela Anatel, é o primeiro passo na definição da operação das FMs de 76 a 88 MHz, faixa hoje ocupada pelos canais 5 e 6 da TV. A atual vai de 88 a 108.

Este período de testes mostrará que as novas FMs que resultarão das AMs poderão ser sintonizadas nos novos receptores, veículos e celulares em curto espaço de tempo, mesmo antes do total desligamento da TV Analógica.
 
Este é um trabalho científico que vem sendo coordenado pelo eng. Eduardo Cappia da AESP, com o apoio da Rádio Jovem Pan.


 Por: Flávio Ricco Colunista do UOL


Cara nova no Fogão!


Atacante Bruno Corrêa já fez exames medicos e vai assinar até o fim de 2014



Mesmo com os problemas extra campo, o Botafogo segue reforçando seu elenco para uma melhor campanha no campeonato nacional. Atualmente na zona de rebaixamento, o Botafogo contará com mais um atacante para servir de opção para o Vagner Mancini.

O ex-jogador do Dubai CSC, dos Emirados Àrabes Unidos, já realizou exames médicos e restam poucos detalhes para assinar por empréstimo até o fim de 2014. Bruno Corrêa tem 28 anos e já atuou pelo Guarantiguetá.


Fonte: Site da Rádio Tupi



segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Garotinho Agora no SBT RIO

JOSÉ CARLOS ARAÚJO ESTREIA NO SBT RIO NA PRÓXIMA SEMANA



A partir da próxima segunda feira José Carlos Araújo está de casa nova. Garotinho e sua trupe terão um quadro de quinze minutos no jornal SBT Rio apresentado por Isabele Benito de 12:45 às 13:00.


Fonte: Tudo Rádio

sábado, 9 de agosto de 2014

MISSA DE 7º DIA

CONVITE DE MISSA DE 7° DIA


A família enlutada de EVANDO BANDEIRA DE QUEIROZ, convida à todos os parentes e amigos para a visita e missa de sétimo a ser realizada hoje dia 09 de agosto ás 19:00 horas na Igreja Matriz de Santo Antonio. 


A família agradece a todos que comparecerem a este ato de solidariedade cristã.

Pobre meu pai...
A marca no meu rosto é do seu beijo fatal
O que eu levo no bolso você não sabe mais
E eu posso dormir tranqüilo! Amanhã, quem sabe?
Hoje, meu pai...
Não é uma questão de ordem ou de moral
Eu sei que posso até brincar o meu carnaval
Mas meu coração é outro!
Simples, meu pai!
Faça um samba enquanto o bicho não vem
Saia um pouco, ligue o rádio, meu bem!
Não ligue, que a morte é certa!
Não chore, que a morte é certa!
Não brigue, que a morte é certa!


quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Rádio Terceiro Tempo


"Rádio Terceiro Tempo" está próxima de sair do papel e ir para o dial do Guarujá


A já famosa Rádio Terceiro Tempo FM do Guarujá, emissora que ainda não foi ao ar, está próxima de deixar o papel e surgir no dial FM da Baixada Santista. A informação foi publicada pelo colunista Lauro Jardim no portal UOL e replicada pelo site Bastidores do Rádio, detalhando que a concessão foi homologada pelo Ministério das Comunicações e agora aguarda uma autorização do Congresso para poder iniciar a fase de montagem e ir ao ar. Porém essa etapa pode levar meses ou anos para ser finalizada, levando em consideração que existem várias concessões nessa etapa que aguardam cerca de 2 anos pela finalização desse processo.


O caso ganha holofotes pelo fato da Rádio Terceiro Tempo FM ser de propriedade do jornalista esportivo Milton Neves, profissional com longa passagem pelo rádio e pela televisão (hoje o radialista ocupa espaços da Rádio Bandeirantes AM 840 FM 90.9 de São Paulo, além de boletins diários nas rádios BandNews FM 96.9, Bradesco Esportes FM 94.1 e SulAmérica Trânsito FM 92.1). Recentemente em entrevista ao Tudo Rádio, Milton cogitou a possibilidade de sua futura FM na Baixada Santista ser uma parceira da rede liderada pela BandNews FM, promovendo assim a ida da rádio jornalística para o litoral de São Paulo (clique aqui e saiba mais).

A futura “Rádio Terceiro Tempo” está indicada como 101.3 FM, concessão destinada ao município do Guarujá. Após a montagem técnica a expectativa de que o sinal da nova estação chegue às cidades como Santos, São Vicente, Praia Grande, Cubatão e Bertioga é grande, levando em consideração as características topográficas locais e as FMs já instaladas nessa faixa do litoral paulista.

As duas últimas estréias de novas FMs na Baixada Santista ocorreram através das rádios Kiss FM 102.9 (Cubatão) e Rádio Brasil Atual FM 93.3 (São Vicente), além do retorno das atividades da 106.1 FM de São Vicente (atual Rede Brasil FM 106.1).


Fonte: Tudo Rádio

ENGENHÃO


Assumpção dá prazo e promete buscar ressarcimento na Justiça

Presidente do Botafogo disse que diretoria realizou um levantamento para saber quanto tem direito a receber, afirmando que deve entrar com ação nesta semana, mas não sabe contra quem


Com o Engenhão fechado por problemas na cobertura desde o fim março do ano passado, o presidente Mauricio Assumpção sempre foi muito criticado por não ter se posicionado com mais firmeza sobre o assunto. No entanto, agora, quase um ano e meio depois, o mandatário alvinegro promete que irá buscar ressarcimento na Justiça pelos prejuízos sofridos pelo Botafogo. Ele, inclusive, deu um prazo para que tal medida seja tomada. Todavia, não explicou a quem a diretoria processará e tampouco informou quanto calcula ter direito a receber.

- Falaram que foi tímida por eu ser filiado ao PMDB, partido do prefeito (Eduardo Paes) e governador (Sérgio Cabral, à época), disseram que eu ia me candidatar, o que não fiz. A Prefeitura assumiu essa manutenção. Só pedimos para manter o nosso Centro de Treinamento, toda a nossa logística. Senão seria uma despesa útil. Outro passo era entender como era o processo e o que nos permitia. Contratamos um escritório terceirizado, que fez um levantamento de quanto poderíamos receber. O Botafogo entrará com uma ação, essa semana deve decidir quanto e contra. Mas o próprio consultório nos explicou que não adianta só o Botafogo dizer o quanto pode receber, precisa provar com auditoria externa, o que tivemos que contratar. Hoje sabemos o caminho a seguir e estamos embasados. Contra quem e de que forma essa semana vamos definir - explicou o mandatário alvinegro, no programa "Bola da Vez", da ESPN Brasil.

Operários trabalham na cobertura do Engenhão Foto: Bruno de Lima



Fechado em março, a primeira previsão de reabertura do Engenhão era de 18 meses, após a apresentação do cronograma das obras, apresentada quase três meses depois da interdição. Contanto desta data, a reabertura do estádio seria em novembro deste ano. Depois de um tempo de incertezas, nesta semana, o prefeito Eduardo Paes afirmou que o prazo deverá ser cumprido.

A primeira coisa que fizemos foi esperar o laudo do por que da desgraça. O prefeito me ligou e disse que havia o laudo com o risco. Antes, tinha relatórios periódicos. O resultado final do laudo foi que havia riscos, ele disse que não ia brincar com isso. Nem eu brincaria. O segundo momento era, se não posso usar o estádio, não quero pagar as despesas. Quando chegamos, eram de R$ 700 mil. Melhorou estacionamento, camarotes, bares e restaurantes, estava reformando tribuna de imprensa e vestiário, sala de imprensa. Aprendemos a lidar com um estádio. Mas se não o tinha, não podia pagar essa conta mensal, mesmo tendo diminuído para R$ 350 / R$ 400 mil reais por mês - disse Assumpção.



Além das obras na cobertura, atualmente o estádio tem passado por uma reforma geral em seu interior. Os azulejos, vestiários e pisos têm sido trocados. Além disso, a Prefeitura tem realizado obras de infraestrutura no entorno, algo já previsto desde o início da construção do Engenhão.

Conforme dito por Assumpção, o Botafogo ainda utiliza a estrutura do estádio para treinos periódicos do elenco profissional e também dos juniores, este esporádicamente. Durante a Copa das Confederações em 2013 e na Copa do Mundo deste ano, o Engenhão também serviu à Fifa para que seleções treinassem lá. Além desta obra estrutural, o Engenhão passará em 2015 por mais reformas, desta vez visando os Jogos Olímpicos de 2016.

Fonte:LANCENET! 

Dudu Camargo!

Dudu Camargo deixa a Super Rádio O site Notícias da TV, do jornalista Daniel Castro, publicou na manhã desta terça-feira a notícia da d...