terça-feira, 31 de março de 2015

BOTAFOGO NA SÉRIE A 2016: Apresentadora promete ficar nua se Botafogo voltar para a Série A do Brasileiro

Apresentadora e atriz Maitê Proença promete ficar nua se Botafogo voltar para a Série A do Brasileiro



A atriz e apresentadora Maitê Proença prometeu tirar a roupa se o Botafogo voltar à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, em 2016. A declaração aconteceu durante a edição deste domingo (29) do “Extra-ordinários”, do SporTV.  Companheiros de programa, como Felipe Andreoli e Hortência, disseram que irão cobrar a promessa.

O assunto surgiu depois que o programa exibiu imagens de uma jornalista colombiana, que posou nua após a ascensão do seu clube, o Deportivo Cucuta, para a elite do campeonato local. “O que você irá fazer se o Botafogo voltar à primeira divisão?”, perguntou Andreoli. “Eu fico pelada e venho só com uma coleira escrita "BOTAFOGO", respondeu Maitê.

“A Maitê acabou de dobrar a torcida do BOTAFOGO, comemorou Andreoli. “Essa será a terceira Playboy de Maitê”, brincou Xico Sá. “Eu acho que ela está falando isso, porque nem ela mesma acredita no Botafogo”, ironizou Hortência. “A minha palavra é minha palavra. Está prometido. Promessa é promessa”, finalizou Maitê.

O Botafogo foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro no dia 30 de novembro, pela segunda vez na história, depois de perder para o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro. O clube encerrou o campeonato com a pífia campanha: 33 pontos em 37 jogos disputados.

Internautas, que acompanhavam o programa, se animaram com a promessa feita por Maitê e logo se manifestaram em redes sociais.

Fonte: UOL

Torcedoras Alvinegras entrem na moda também Pelo título!



  • Ana Flores
  • Adriana Esteves
  • Carol Machado
  • Cláudia Ohana
  • Dira Paes
  • Erika Mader
  • Flávia Alesssandra
  • Fernanda Maia
  • Isabela Taviani
  • Marina Lima
  • Nana Gouvêa
  • Nathalia Dill
  • Samara Felippo
  • Suzana Pires
  • Suzane Carvalho





Carmen Miranda garantia não ser "americanizada"

Professora Rose Esquenazi conta a trajetória de Carmen Miranda no rádio brasileiro

Sua carreira artística transcorreu no Brasil e Estados Unidos entre as décadas de 1930 e 1950. Foto:www.carmen.miranda.nom.br


Nascida em Portugal, na Vila de Marco de Canaveses, no dia 9 de fevereiro de 1909, Carmen Miranda veio para o Brasil com seus pais, aos sete meses de idade. Como eram muito pobres, ela precisava ganhar algum dinheiro para ajudar a família. Assim, foi trabalhar no ateliê de Madame Anaïs, centro do Rio de Janeiro. Ao lado, havia um bistrô onde Carmem e a irmã mais velha, Olinda, cantavam de brincadeira. 

Nesta segunda-feira, 30 de março, a jornalista e professora Rose Esquenazi, colaboradora no quadro 'O rádio faz história' do programa Todas as Vozes, detalhou a história da Pequena Notável e mostrou trechos de grandes sucessos da cantora.

A jornalista conta, que após o sucesso estrondoso no Brasil, a vitória no mercado norte-americano e o retorno ao shows em território brasileiro, Carmen Miranda, magoada, decidiu voltar para os Estados Unidos. Lá, participou de 14 filmes americanos, entre eles, "Serenata Tropical" e "Copacabana", que deixaram muito a desejar e foram considerados fracos pela crítica. 

Ouça o programa na íntegra: CLIQUE AQUI

O programa Todas as Vozes vai ao ar de segunda a sexta-feira, de 7h05 às 10h, na Rádio MEC AM do Rio de Janeiro - 800 kHz, com apresentação do jornalista e radialista Marco Aurélio Carvalho.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Veterano Gil faz 4 gols e ganha 60 esfihas como prêmio

Gols do atacante Gil, do Juventus, levam Web Rádio Mooca e seu patrocinador à grande mídia


Um dos destaques da quarta-feira de futebol depois do golaço de Robinho na vitória do Palmeiras sobre o São Paulo foi a atuação do atacante Gil na goleada do Clube Atlético Juventus sobre a Francana pelo placar de 4 a 0, em partida válida pela série A3 do Paulistão 2015. O jogador foi o autor dos quatro gols da vitória de seu time.

O feito virou notícia nos grandes portais, destacando o fato de que Gil ganhou um prêmio da Web Rádio Mooca, emissora que se dedica à transmissão dos jogos do Moleque Travesso. O atleta foi premiado com um “vale-esfiha”, oferecido pela Esfiha Juventus, um dos patrocinadores da web rádio, naquele velho esquema de se premiar o melhor em campo.

Como Gil ultrapassou todas as expectativas, o “vale-esfiha” foi dobrado. O prêmio normal dá direito a 30 esfihas, mas o atacante ganhou um vale de 60.

E a boa atuação de Gil gerou mais dividendos para a Web Rádio Mooca. A narração de Raony Pacheco ganhou destaque no quadro Redação AM, do programa Redação Sportv.

http://globotv.globo.com/sportv/redacao-sportv/v/redacao-am-gil-faz-quatro-gols-e-empolga-narrador-e-reporter/4063507/

Acompanhe no player abaixo toda a emoção da equipe da Web Rádio Mooca com os gols marcados por Gil.




Por Rodney Brocanelli

Ficha Técnica De Gil


Nome completo: Gilberto Ribeiro Gonçalves
Data de nascimento: 13 de setembro de 1980 (34 anos)
Local de nascimento: Andradina (SP),  Brasil
Nacionalidade: Brasil
Altura: 1,72 m
Pé: Canhoto
Apelido: Gil, Legislador

Clubes da juventude

1995 - 2000 - Corinthians

Clubes profissionais

2000 - 2005 - Corinthians
2005 - 2006 - Verdy Tokyo
2006 - Cruzeiro
2006 - 2007 - Gimnàstic
2007 - 2008 - Internacional
2008 - Botafogo (emp.)
2009 - 2010 - Flamengo
2011 - União Mogi
2014 - ABC
2015 - Juventus

Títulos



  • Corinthians

Copa São Paulo: 1999
Campeonato Brasileiro: 1999 e 2005
Campeonato Mundial de Clubes: 2000
Campeonato Paulista: 2001 e 2003
Torneio Rio-São Paulo: 2002
Copa do Brasil: 2002
Troféu Osmar Santos: 2005


  • Cruzeiro

Campeonato Mineiro: 2006


  • Internacional


Copa Dubai: 2008
Campeonato Gaúcho: 2008


  • Flamengo


Troféu João Saldanha: 2009
Campeonato Brasileiro: 2009

Prêmios Individuais



  • Corinthians



Bola de Prata: 2002

quinta-feira, 26 de março de 2015

NASL nos canais ESPN

ESPN fecha acordo internacional para transmissão da NASL



O canal ESPN expandiu o seu acordo com a NASL (North American Soccer League), segunda maior liga de futebol dos Estados Unidos, e exibirá a temporada 2015 o torneio, que começa no dia 4 de abril, para 75 países. Em nota, a NASL informou que o pacote inclui a transmissão de pelo menos 120 jogos.

Todas as 15 partidas de Atlanta Silverbacks, Carolina RailHawks, Fort Lauderdale Strikers, Indy Eleven, Jacksonville Armada FC, Minnesota United FC, San Antonio Scorpions e Tampa Bay Rowdies como mandantes serão exibidas pela ESPN3 nos EUA e pelas plataformas online da ESPN na América Latina, Europa, Oriente Médio e África. 

Já as partidas de New York Cosmos, Ottawa Fury FC e FC Edmonton como mandantes serão exibidas, em sua maioria, apenas pela ESPN3 dos EUA.

O torneio também deve ser transmitido no Brasil, mas ainda não se sabe se terá espaço na grade da TV, se será exibida pela plataforma WatchESPN ou até se não será transmitida.

Recentemente, a ESPN também adquiriu os direitos de transmissão da Major League Soccer (MLS), principal liga norte-americana de futebol, cujo acordo inclui a transmissão de 33 jogos da temporada 2015. 


Por: Otto Rezende / Redação Midia Esporte

quarta-feira, 25 de março de 2015

Programa da Bradesco Esportes FM Vira coluna no portal Lance

Programa "O Negócio é Esporte" da Bradesco Esportes FM vira coluna semanal no Lance

O talk-show da Bradesco Esportes FM que tem como pauta o marketing esportivo ganha as páginas do jornal Lance a partir desta terça-feira, 24. "O Negócio é Esporte" agora tem coluna semanal na versão impressa do diário esportivo, que inclui atualização no Lance Net, desde o dia 19, com notícias associadas à publicidade e operações comerciais na área.

No ar desde 2013, o programa "O Negócio é Esporte" é apresentado pelos jornalistas Alexandre Carauta e Sérgio Carvalho, que discutem com pessoas da área sobre investimentos, patrocínios e tendências do setor.

A coluna impressa repercute e detalha as principais novidades do segmento. O espaço online, por sua vez, reúne informações sobre bastidores de negociações, campanhas publicitárias e esclarecimentos sobre os rumos do marketing esportivo. Por meio de um leitor digital (QR-Code), também é possível acessar conteúdos como comerciais memoráveis do universo esportivo. 

A informação é do portal Comunique-se.

Antero Greco até 2018 nos canais ESPN

Antero Greco renova contrato com a ESPN Brasil até 2018

Antero Greco é comentarista do programa Sportscenter e também participa de jogos transmitidos pelos canais ESPN. Além disto, é colunista de O Estado de S. Paulo. Foto: ESPN Brasil

Assim como aconteceu na semana passada com Paulo Soares, o Amigão, a ESPN Brasil renovou ontem o contrato do comentarista Antero Greco.

Os dois apresentam juntos o "Sportscenter", desde 2001. O carisma e a irreverência da dupla fez com que fossem respeitados e conhecidos pelo público e de toda a crônica esportiva. Com o novo contrato, ficam até a Copa de 2018.

A informação é de Flávio Ricco, colunista do UOL.

Nivaldo Prieto nos canais FOX Sports no dia 1° de abril e não é mentira!

Nivaldo Prieto acerta contrato e será o novo narrador do FOX Sports


O narrador esportivo Nivaldo Prieto está fora do ar desde o final de 2014, quando encerrou seu contrato com a TV Bandeirantes. Após tantas suposições, enfim foi conhecido seu verdadeiro destino, o jornalista é o mais novo integrante da equipe do canal FOX Sports.

D acordo com o UOL Esporte, ele acertou o seu contrato nesta quarta-feira (25) e realiza sua estreia no dia 1º de abril, narrando San Lorenzo (ARG) e São Paulo, pela Libertadores, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, Argentina.

Prieto reforçará o time de narradores da emissora, cujas principais atrações são a Libertadores da América e os campeonatos Inglês, Alemão e Italiano. O canal também transmitirá os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano que vem.

Prieto chegou a negociar também com a Turner, dona do Esporte Interativo no Brasil.

Fonte: UOL Esporte

terça-feira, 24 de março de 2015

Mauro Beting deixa a Rádio Bandeirantes

Rádio Bandeirantes demite o comentarista Mauro Beting pela segunda vez


O jornalista esportivo Mauro Beting não faz mais parte da equipe da Rádio Bandeirantes de São Paulo. Dois anos após sua demissão e retorno à emissora, o profissional agora trabalhará apenas para o canal Fox Sports.

“Foram 12 anos maravilhosos. Sigo no Fox Sports, Lance! e Lancenet!. E fazendo docs, livros e PES”, escreveu, em referência também ao jogo de videogame em que é comentarista.

Mauro Beting foi demitido pela primeira vez da Rádio Bandeirantes em agosto de 2013 . Na época, houve comoção com a notícia nas redes sociais e até mesmo o apresentador Neto chegou a se demitir antes de a emissora recontratar o jornalista.

Rede Feliz FM em BH

Rede Feliz FM de São Paulo anuncia emissora em Belo Horizonte a partir de maio


Uma notícia importante para o rádio de Belo Horizonte e de Minas Gerais. A rede liderada pela Feliz FM 92.5 de São Paulo fechou acordo com o grupo Diários Associados para a transmissão de sua programação em Belo Horizonte, cidade que ainda não contava com uma FM da rede. A previsão é de que a rede Feliz FM inicie as suas operações a partir de 1º de maio, segundo informações apuradas pelo Tudo Rádio junto à direção da rede. Com o processo a tradicional Guarani FM 96.5 deverá encerrar as suas operações em Belo Horizonte para promover a estréia da Feliz FM, rede que recentemente iniciou suas operações no Rio de Janeiro. Acompanhe:

A expectativa de estréia da Feliz FM em Belo Horizonte é para o dia 1º de maio, porém essa data pode ser antecipada pelas partes envolvidas. Essa será a primeira vez que a rede chega a Belo Horizonte e também em Minas Gerais, localidades que não participaram de nenhuma etapa de expansão da Feliz FM desde o lançamento do projeto. O foco da programação da rede é o segmento gospel e recentemente o projeto completou 1 ano de trabalhos em São Paulo e no dia 18 de fevereiro desse ano promoveu a sua estréia no Rio de Janeiro, através do lançamento da Feliz FM 89.5. A rede também está presente em outras capitais brasileiras, como Salvador, Curitiba, Brasília, entre outras.

Com a mudança em 96.5 FM a Guarani FM encerrará as suas atividades em Belo Horizonte e região metropolitana, projeto de rádio do segmento adulto-contemporâneo que é controlado localmente pela sede mineira do grupo Diários Associados. Nos últimos anos a Guarani FM conviveu com uma intensa disputa no segmento adulto-contemporâneo na Grande Belo Horizonte, cujo público-alvo aponta sua preferência para a Alvorada FM 94.9 (dados recentes do Instituto Ibope). Na sequência o universo do gênero adulto-contemporâneo tem a Antena 1 FM 105.1 e a 102,9 FM 102.9 (ex-Rádio CDL). A Guarani FM aparece na sequência do ranking, dividindo espaços com a pública Inconfidência FM 100.9 (operada e controlada pelo Governo de Minas Gerais).

A Guarani FM está no ar desde 1980. A 96.5 FM será a segunda emissora do grupo Diários Associados à retransmitir a programação da rede Feliz FM (a primeira foi a 97.9 FM de Natal, parceria iniciada em 2013).

Fonte:Tudo Rádio

Além do Rio e de São Paulo, a Feliz FM também conta com emissoras em:
Feliz FM 92.5 - São Paulo (SP)
Feliz FM 89.5 - Rio de Janeiro (RJ)
Feliz FM 92.3 - Salvador (BA)
Feliz FM 90.7 - Fortaleza (CE)
Feliz FM 92.9 - Curitiba (PR)
Feliz FM 101.3 - Brasília (DF)
Feliz FM 99.1 - Maceió (AL)
Feliz FM 97.9 - Natal (RN)
Feliz FM 95.7 - Teresina (PI)
Feliz FM 107.7 - João Pessoa (PB)
Feliz FM 94.7 - Rio Branco (AC)

Feliz FM 89.1 - Lisboa (Portugal)

A coisa esta feia na Fundação Padre Anchieta

TV Cultura acaba com sinal analógico nas parabólicas



A Tv Cultura deixou de transmitir o sinal analógico no satélite C2. Segundo a Central de Atendimento ao Telespectador da emissora, agora só será possível sintonizar o sinal digital no satélite C3. 

A TV Cultura pode ser sintonizada em alta definição na frequência 3870H 14580. 
É necessário possuir um receptor compatível com o sistema DVB-S2 como o Elsys Satmax ou o Century Midiabox b1 HDTV. 

O sinal parou de ser exibido no início da última terça-feira (17). Ao usar o serviço de atendimento ao telespectador, os atendentes do canal enviam o seguinte comunicado:

Prezado telespectador,


Encerramos nossa transmissão no BrasilSat C2 no modo analógico. Estamos transmitindo nosso sinal no BrasilSat C3, no modo Digital.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Rogério Assis, o canhão deixa a Rádio Capital AM 1040

105 FM anuncia contratação do narrador Rogério Assis em Jundiaí

Ricardo Martins coordenador da 105 FM anunciou a chegada de Rogério Assis à equipe de esportes da 105 FM. Foto:Facebook

A Rádio 105 FM 105.1 de Jundiaí completa 10 de transmissões esportivas neste ano e prepara uma série de ações para comemorar. Uma das ações, conforme anunciado pela rádio nas redes sociais, foi a contratação de Rogério Assis, que por vários anos foi narrador da Jovem Pan AM 620 de São Paulo e que recentemente também foi anunciado pela Rádio Capital AM 1040 de São Paulo.

Rogério Assis atuou pela Jovem Pan durante 14 anos. O narrador se desligou da emissora no ano passado. Conhecido como “Canhão” pela potência de sua voz, o narrador avaliou sua passagem pelo canal como um tempo de aprendizado e crescimento. “Foi bom. Mesmo com alguns contratempos, algumas coisas que ficaram pelo caminho, desses 14 anos, pelo menos 10 foram de carinho, amizade e profissionalismo. Tenho muito carinho pela Jovem Pan”.

O anúncio da contratação do narrador foi feito pelas redes sociais da 105 FM na tarde deste domingo. “Mais um narrador na melhor equipe do Rádio. O "Canhão" Rogério Assis, vem para completar o quadro de narradores e te dar um "Boom de emoções" com suas narrações #‎CanhãoNa105 ”.

Em novembro do ano passado, a 105 FM renovou contrato com o departamento de esportes até 2020. A renovação do contrato se deu antes mesmo do vencimento do acordo. Segundo informações da rádio, o contrato que estava em vigor venceria ainda no primeiro semestre de 2015. Com o grande sucesso alcançado pela emissora popular, a direção antecipou a renovação do acordo com a equipe esportiva e vai manter o futebol em sua grade.

O projeto que é uma das maiores audiências no FM esportivo no país, conta com transmissões de diversos campeonatos de futebol. Em 2014 a FM continuou se destacando na audiência esportiva entre as FMs da Grande São Paulo, além de ter sido uma das estações autorizadas a acompanhar a Copa do Mundo FIFA 2014, torneio mundial realizado no Brasil entre os meses de junho e julho.

A Rádio 105 FM direciona a sua cobertura esportiva para os torcedores de times paulistas, com foco na audiência proveniente das regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas e Sorocaba. A sua extensa área de cobertura também possibilita que sua equipe esportiva seja acompanhada nas regiões de Piracicaba, Botucatu, Itapetininga, Bragança Paulista, Atibaia, além de cidades do sul de Minas Gerais.

Fonte: Tudo Rádio

sábado, 21 de março de 2015

Futebol do Povo

Programa "Futebol do Povo" terá exibição simultânea pelo Esporte Interativo Nordeste e TV O Povo


No momento em que a Copa do Nordeste e o Campeonato Cearense entram na reta decisiva, o torcedor ganha mais uma opção na telinha que promete aquecer ainda mais o debate em torno das competições. É o "Futebol do Povo", programa que vai estrear na segunda, 23, no Esporte Interativo Nordeste, com transmissão simultânea pela TV O Povo A atração, que é fruto de uma parceria entre o Grupo de Comunicação O POVO com o Esporte Interativo, vai ao ar, ao vivo, de segunda a sexta-feira, das 18h às 19 horas.

O programa será gravado diretamente dos estúdios da TV O Povo, em Fortaleza, com apresentação do jornalista Fernando Graziani, que terá sempre a companhia de Daniel Figueiredo, comentarista da Rádio O POVO/CBN 95.5 FM e 1010 AM, e de um jornalista da equipe de esportes do jornal O Povo integrando a bancada.

“Vamos falar muito de futebol cearense, muito de futebol nordestino e teremos entrevistas, convidados especiais, os gols da rodada, o dia a dia dos clubes, as tabelas de classificação, os jogos da rodada, estatísticas e quadros especiais”, resume Graziani.

O diretor de conteúdo do Esporte Interativo, Fábio Medeiros, diz estar bastante empolgado com a chegada da nova atração do canal. “Desde o lançamento do Esporte Interativo Nordeste estávamos empenhados em ter uma estrutura e um programa exclusivos para o futebol cearense. O investimento nos jogos do Ceará e do Fortaleza na Copa do Nordeste e da transmissão do Campeonato Cearense eram sinais claros de que queríamos nos aproximar ainda mais do torcedor cearense”.

Informações do Rodrigo Carvalho, do O Povo

Rede Romântica agora é R.D.C. FM

Rede Romântica muda de nome e passa a se chamar RDC FM

Mudança se deu devido a processo de uso irregular do nome

A Rede Romântica, emissora com programação popular/religiosa gerada a partir de Belo Horizonte, está com novo nome. Nesta semana, a direção da rádio foi notificada pelo uso irregular da marca e mudou a denominação. Desde então, as emissoras que integram a rede passaram a ser chamadas de R.D.C. FM (Rede do Coração).

De acordo com as informações apuradas pelo Tudo Rádio, a marca Rede Romântica FM já estava registrada e seu uso não foi autorizado pelo seu detentor, o que foi entendido como irregular. Após a notificação, a rede liderada pela Cruzada Apostólica Mundial passou a adotar o nome R.D.C. FM.


Vale ressaltar que a atual rede R.D.C. FM é uma cadeia de emissoras de programação popular e religiosa que já conta com estações em importantes áreas metropolitanas do país. Recentemente, a rede estreou em 99.7 FM na Grande Campinas e Leste de São Paulo, ocupando o canal que abrigava a afiliada da Rede Massa FM, liderada pela Massa FM 97.7 de Curitiba.

A R.D.C. FM retornou à região com sua programação após uma breve passagem pela 95.5 FM de Amparo (com cobertura de sinal parcial em Campinas, rádio que hoje está em 97.7 FM), além de uma operação em Mogi Guaçu (88.1 FM) por volta de 2010. A estreia da R.D.C. no país ocorreu em 2010 e hoje conta com FMs nas regiões de Orlândia (98.7 FM), Grande Curitiba (107.1 FM), Grande Vitória (105.7 FM), Ipuã (92.5 FM), Grande Goiânia (88.9 FM), além de estações no Rio de Janeiro (710 AM) e Belo Horizonte (570 AM). 

A programação da rede mistura uma grade de músicas populares (com foco principal na música sertaneja), intercalada com mensagens religiosas.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Edy Star na Telinha!

Ícone da militância gay no Brasil, Edy Star ganha filme

Edy Star, é cantor, ator, dançarino, produtor teatral e artista plástico Brasileiro. Foto: Facebook

Durante os anos 70, o artista baiano Edy Star era astro nos cabarés do Rio de Janeiro e São Paulo. Seus espetáculos lotavam as casas da "zona" e surpreendiam os mais conservadores. Considerado o primeiro homossexual assumido do Rock nacional, foi um dos precursores da militância gay no Brasil e chegou a ser perseguido durante a Ditadura Militar. Único Kavernista vivo, o ícone da contracultura foi o primeiro homem a interpretar a cantora francesa Edith Piaf no teatro, após uma temporada de Horror Show no país. Festejado por artistas como o cantor e compositor Gilberto Gil e o cartunista Ziraldo, Edy agora terá sua história contada em filme.

Com direção de Alexandre Barroso e Fernando Moraes, o documentário "Antes Que Esqueçam de Mim, Meu Nome é Edy Star" aborda a trajetória artística do cantor, ator, dançarino, produtor teatral e artista plástico Edvaldo Souza, o Edy Star, cuja carreira é cercada por polêmicas e glamour. O longa-metragem traz histórias inéditas do underground brasileiro, transita por fatos históricos da cultura nacional e mescla à narratira documental clássica, o escracho, o humor e a irreverência, típicas do artista, que é o narrador da prórpia história. “Serão os 90 minutos mais 90 minutos de quem assistir”, sintetiza Star.

Também participam do filme Sidney Magal, Matilde Mattos (Critica de Arte), Waldir Serrão (Big Ben), Edil Pacheco, Aninha Franco, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Carlos Eládio, Jaguar, Erasmo Carlos, Jorge Mautner, Nelson Motta, Ziraldo, Tarik de Souza (Critico Musical), Claudia, Martinália, Lucélia Santos, Serguei, Aloma, Renato Piau, Sérgio Natureza, Roberta Close, Angela Ro Ro, Agnaldo Timóteo, Elke Maravilha, DJ Zé Pedro, Maria Alcina, Cauby Peixoto. 

Por: Marcello Fontes

Graziani no Esporte Interativo

Fernando Graziani deixa o Sistema Jangadeiro e assina com o Esporte Interativo


A estreia do 'Futebol do Povo' na próxima segunda-feira (23) marca a estreia nos canais Esporte Interativo do jornalista esportivo Fernando Graziani (foto). Ele deixou recentemente o Grupo Jangadeiro de Comunicação, onde atuava na TV e na Tribuna/BandNews 101,7 FM de Fortaleza.

O "Futebol do Povo" - que vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 18h00 as 19h00 no Esporte Interativo - vai contar também com a participação de Daniel Figueiredo, que atua como comentarista na Rádio O Povo/CBN  95.5 FM e 1010 AM, e da equipe do jornal O Povo de Fortaleza.

Por: Redação Esporteemidia.com

Rádio Cultura Brasil

Unidos pela rádio Cultura AM


Um grupo de músicos, produtores e comunicadores lançou um site em defesa da rádio Cultura AM de São Paulo. A emissora, educativa e pertencente à Fundação Padre Anchieta, sofreu diversos cortes de custos nos últimos dias e, atualmente, tem a sua programação gravada. “Esses cortes recentes transformaram a Cultura AM num "vitrolão", como se diz: a programação passa a ser a simples reprodução mecânica de música na rádio, no que parece ser mais uma etapa de um desmonte que vem sendo feito ao longo dos anos nessa bela rádio, em verbas, em equipamento, em investimento, em pessoal”, diz um trecho do texto.

Por Marcos Lauro

Confira o Texto


A diversidade e a criatividade da música brasileira vêm acontecendo longe do rádio, em especial das grandes emissoras comerciais. Isso nem sempre foi assim. A gente sabe da importância que o rádio teve pra o desenvolvimento da música popular brasileira.

Mas de pelo menos uns 30 anos pra cá, a prática do jabá diminuiu sensIvelmente a quantidade de títulos, gêneros, artistas e selos tocados no rádio comercial.

É bom lembrar que, em última análise, todas as rádios são públicas: elas são concessões públicas. Mas no cenário do rádio brasileiro, as rádios públicas ao pé da letra (municipais, estaduais, universitárias), financiadas pelo Estado e por isso livres da pressão pela audiência a qualquer custo (pressão que justamente leva os programadores a tocarem sempre as mesmas músicas, os mesmos padrões de sucesso garantido), se tornaram um veículo natural para o trabalho de artistas, produtores e selos independentes, gente que faz música em formatos mais livres, fora do padrão estético e das práticas comerciais (e éticas) habituais da indústria fonográfica. Muitos artistas, muitos trabalhos, enfim, têm nesse veículo, muitas vezes, a sua única presença nesta mídia.

Então, neste momento, perder o acesso à programação de qualidade feita por uma rádio pública da maior cidade do país é um desastre, que temos que evitar, seja como produtores, seja como ouvintes. Tida por todos os profissionais da área - artistas, produtores, gravadoras independentes, críticos - e pelos ouvintes como um oásis neste cenário, vemos agora a Cultura AM ameaçada também.

O desmonte sistemático por que vem passando a Rádio Cultura AM de São Paulo (dentro do desmonte que tem sofrido a Fundação Padre Anchieta como um todo) teve agora no início de março mais mais um episódio de cortes de verba que geraram demissões e o fim de vários programas, e nos re-despertou para a importância dessa questão da rádio pública e sua gestão.

Esses cortes recentes transformaram a Cultura AM num “vitrolão”, como se diz: a programação passa a ser a simples reprodução mecânica de música na rádio, no que parece ser mais uma etapa de um desmonte que vem sendo feito ao longo dos anos nessa bela rádio, em verbas, em equipamento, em investimento, em pessoal. Esses cortes afetam diretamente a qualidade de programação e da informação da emissora, que fica sem a possibilidade de fazer programas ao vivo, entrevistas, matérias, pesquisa, e principalmente - uma característica forte da Cultura Brasil nos últimos anos - entrar em interatividade com os ouvintes, formando uma rede, uma massa crítica de ouvintes de música alternativa ou independente, principalmente pela internet (levando em conta que a Cultura AM, de longa data, tem problemas sérios de recepção em ondas médias).

Cabe a nós, artistas e profissionais deste setor (e aos queridos ouvintes e espectadores também, por que não?), nos unir e manifestar a nossa preocupação diante do desmantelamento que atinge a Fundação Padre Ancieta, suas rádios AM e FM e a TV Cultura; tentar o diálogo e propostas que revertam este processo, que é desagregador para o país, até porque as emissoras da Fundação, além de serem veículos importantes, detêm um arquivo inestimável de cultura brasileira, em áudio e vídeo. E porque a Cultura AM - especificamente - é uma rádio que dá abrigo às mais diversas formas de música e é, ainda, uma das poucas rádios que oferece ao ouvinte uma programação musical alternativa à que existe nas rádios comerciais.

http://somosradio.tumblr.com

Eleita nova diretoria do Sindatel no Ceará

Jornalista Edilmar Norões é reeleito presidente do Sindatel no Ceará

Edilmar Norões é colunista político do jornal Diário do Nordeste, diretor da TV Diário, diretor geral de programação da Rádio Verdes Mares Am e FM e TV Verdes Mares.
Foi eleita nesta terça-feira a nova diretoria do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Estado do Ceará (Sindatel). Em pleito de chapa única, o diretor geral do Sistema Verdes Mares, jornalista Edilmar Norões, foi reeleito para mais um mandato como presidente da instituição, no período de 2015 a 2018. Ao todo, 66 representantes de emissoras cearenses manifestaram voto favorável à composição formada.

Para o presidente reeleito do Sindatel, a entidade vem ganhando cada vez mais a confiança dos empresários do setor. "Fiquei muito feliz porque não tivemos apenas empresas de grande porte participando da assembleia. Vieram muitas representações do Interior do Estado. Isso é um reflexo do trabalho do sindicato. Essas emissoras estão acompanhando, através da nossa Secretaria, tudo aquilo que é de interesse delas. Quem pode dar o aporte que a empresa precisa somos nós", destaca Edilmar Norões.

Desde que foi fundado, no ano de 2003, o Sindatel trabalha na defesa dos interesses da radiodifusão cearense. A instituição mantém uma assessoria parlamentar no Congresso Nacional, a fim de acompanhar as matérias de interesse do segmento em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. "As entidades representativas do setor, a exemplo do sindicato, estão atentas, pois determinadas ações são prejudiciais ao negócio da radiodifusão. Há proposições no Legislativo que restringem muito. Nossa grande preocupação é a liberdade de expressão", explica o presidente reeleito do Sindatel.

Além disso, a entidade busca manter o diálogo com outras agremiações representativas, como a dos jornalistas e a dos radialistas, com a finalidade de discutir dissídios e negociações perante a Justiça do Trabalho. Ao mesmo tempo em que procura defender os interesses dos empresários, o Sindatel empenha-se em manter a cordialidade com as associações de trabalhadores.

Conforme Edilmar Norões, há o propósito de promover a aproximação entre outros sindicatos de empresas de radiodifusão do Nordeste, a fim de fortalecer o setor. "É possível que a gente tenha em maio um encontro da Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão no Ceará, reunindo os sindicatos de todo o Brasil", salienta.

Existem, hoje, 194 emissoras filiadas ao Sindatel, espalhadas por todo o Ceará. Outro importante papel da instituição diz respeito à instrução dos associados, no que tange à regularização legal. "As emissoras têm compromissos formais e nós orientamos como proceder. A cada ano, mais cresce a compreensão do associado para com o seu sindicato. Essa é a nossa grande vitória aqui dentro", finaliza o jornalista Edilmar Norões.

Na chapa vitoriosa, também destacam-se os nomes de Jaime Machado, na vice-presidência; Etevaldo Nogueira Lima Filho, na secretaria e José Rêgo Filho, na tesouraria.

Eleitos

Presidente
José Edilmar Norões Coelho

Vice-presidente
Jaime Machado da Ponte Filho

Secretário
Etevaldo Nogueira Lima Filho

Tesoureiro
José Rêgo Filho

Delegados
João Dummar Neto
Miguel Dias de Souza Filho

Conselho Fiscal
Anastácio de Sousa Marinho
Antônio Adilson Eufrasino de Pinho
Francisco Luzenor de Oliveira

Com informações do Diário do Nordeste

quinta-feira, 19 de março de 2015

Parabéns pra a Rádio 9 de Julho AM 1600

Rádio 9 de Julho comemora 16 anos no ar


Nesta quinta-feira, dia 19 de março, a Rádio 9 de Julho (AM 1.600 kHz - São Paulo/SP), está completando 16 anos de seu retorno ao dial.

Após ter sido lacrada em 1973, na época do Regime Militar, onde permaneceu "calada" por 26 anos, a Rádio 9 de Julho voltou a ser transmitida num dia 19 de março de 1999.

Parabéns à toda equipe atual, hoje dirigida pelo Padre José Renato Ferreira, e à todos os profissionais que contribuíram para que a emissora voltasse a ter grande prestígio em todo o Brasil.

Fonte: Tudo Rádio

Confira a história da emissora.


Histórico O nascimento em 1953 A Rádio 9 de Julho nasceu em 1953 com autorização temporária para preparar e comemorar o 4º Centenário em 1954 da Cidade de São Paulo, fundada por Nóbrega e Anchieta ao redor do Colégio dos Jesuítas. . Tinha a freqüência de 540 kHz para Ondas Médias e 49 metros para Ondas Curtas, com a potência de 10 kilowatts, cobrindo todo o Estado de São Paulo, a maioria dos Estados do Brasil e muitos países latinoamericanos. 

Quando terminaram os festejos do 4º Centenário de São Paulo, o Presidente da República em exercício, Café Filho, ofereceu as duas emissoras em OM e OC para a instituição quatrocentona da Cidade e o Cardeal Motta aceitou bem. . Para receber a concessão, fundou a Sociedade Comercial Rádio 9 de Julho Ltda. Composta pelo arcebispo, quatro bispos auxiliares e dois padres. Registrada na Junta Comercial com o nº 182.647, dia 29 de julho de 1955. . A concessão da Rádio 9 de Julho à Arquidiocese de São Paulo foi feita pelo Presidente da República, Juscelino Kubitschek, através do Decreto nº 37.744 de 12 de agosto de 1955. . Após a instalação no prédio da rua Wenceslau Brás, no centro da cidade, a operação em caráter experimental, a emissora da arquidiocese entrou oficialmente no ar a 2 de março de 1956. 

Nessa inauguração, o atual diretor executivo da 9 de Julho, Francisco Paes de Barros, estava presente nos estúdios, com seus 12 anos, vendo seu pai, deputado estadual, Joaquim Fernando Paes de Barros Neto, fazer o discurso de saudação a dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta pela potente emissora. 

A 23 de maio de 1962 a ‘sociedade comercial’ se transformou na Fundação Metropolitana Paulista, mantenedora da rádio e do jornal O São Paulo, que nasceu a 25 de janeiro de 1956, como transformação do ‘Legionário’ de 1929, que substituiu ‘A Gazeta do Povo’ de 1905, 1º jornal da arquidiocese de São Paulo. . Para se tornar entidade de utilidade pública municipal, estadual e federal, em 1968, a Fundação definiu, na reunião de 8 de fevereiro de 1968, que sua finalidade, além de promover a formação do povo pelos meios de comunicação, era também, manter ‘serviços de assistência social’ para o povo em geral. 

Essa Fundação existe há 37 anos e foi a chave, o segredo, a entidade que recebeu e facilitou a devolução em 1999 da Rádio 9 de Julho. Porque sua Diretoria continuou fazendo reunião trimestral e prestando conta anual ao Ministério da Justiça (DF), Secretaria da Justiça (SP) e Curador de Fundações (SP). . A lacração dos transmissores em 1973 . A Rádio 9 de Julho cobria todo o Estado de São Paulo, Estados do Brasil, muitos países latinoamericanos e alguns países nórdicos europeus. Suas duas horas diárias de programação religiosa tinha enorme audiência e grande repercussão. Sobretudo durante o regime militar de 1964 a 1985, quando foi a voz dos sem voz, única esperança do povo, defendendo os direitos humanos, apoiando a resistência popular, clamando contra o silenciamento do Congresso, denunciando a supressão das garantias individuais, as prisões políticas arbitrárias, as torturas no cárcere, o desaparecimento de pessoas... 

O jornal arquidiocesano O São Paulo foi censurado por 10 anos (1968 – 1978). Por isso a 9 de Julho fazia autocensura, gravava a programação, não dizia mais do que podia dizer. Por isso o decreto do Governo Médici de 30 de setembro de 1973, declarando peremptas as duas Ondas OM e OC da 9 de Julho, pegou de surpresa toda a arquidiocese, criando indignação. Pois não havia motivos técnicos, fiscais ou administrativos para lacrar os transmissores pelo DENTEL a 5 de novembro de 1973. 

A mágoa dessa injustiça marcou a Arquidiocese. Por isso, nos seis primeiros dias, começou o processo para derrogar essa medida injusta, autoritária e arbitrária, sem justificativa. Só a 13 de junho de 1985, Hélio Bicudo, então presidente do Centro Santo Dias, a pedido do Cardeal Arns, entrou com processo no Ministério das Comunicações, sob o nº 29000.004461/85, pedindo a devolução da Rádio 9 de Julho de São Paulo para a Fundação Metropolitana Paulista . 

A 8 de novembro de 1985, o pais estava em nova fase de esperança democrática e o então Ministro das Comunicações, Antônio Carlos Magalhães, respondeu que era legal e tecnicamente impossível devolver a 9 de Julho. Mas que o Presidente oferecia emissora em Cotia com um kilowatt em 880 kHz, cujo sinal nem chegava a São Paulo. O Cardeal Arns mandou agradecer! . A devolução começa em 1990 . Em junho de 1990, Conferências Internacionais de Radiodifusão aprovaram normas que ampliaram a faixa de Ondas Médias de 1600 a 1700 kHz com potência de até 10 kilowatts nessa extensão. Esta subfaixa possibilitava devolver a Rádio 9 de Julho para a Arquidiocese. Por isso, a 12 de maio de 1993, quando o Presidente Itamar Franco perguntou a dom Mauro Morelli o que poderia fazer pela Igreja naquele momento e o ex-bispo auxiliar de São Paulo pediu a devolução da Rádio 9 de Julho. Cinco dias depois, a 17 de maio de 1993, o então Ministro das Comunicações, Hugo Napoleão, entregava ao Presidente da República parecer favorável sobre a devolução da Rádio. Um ano depois, a 20 de junho de 1994, o secretário para radiofreqüência no Ministério, Lourenço Chehab, enviou fax ao Vicariato da Comunicação em São Paulo solicitando duas coisas à Fundação Metropolitana Paulista. 

Pedir ao Presidente da República, 1º anular o decreto do Médici que tornou peremptas as duas Ondas da Rádio 9 de Julho e 2º justificar tecnicamente a possibilidade de dois novos canais entre 1600 e 1700 kHz em São Paulo. Dez dias depois, a 30 de junho de 1994, o Vigário de Comunicação apresentou ao Colégio Episcopal essa dupla solicitação do Ministério das Comunicações. "Essa devolução é uma questão de honra para a Arquidiocese e será grave omissão não lutar por essa possibilidade", concluíram os Bispos. . A 5 de julho de 1994, o Vicariato da Comunicação reuniu o diretor de rádio, Francisco Paes de Barros, o engenheiro eletrônico, Cláudio Victor Donato, e o advogado da Justiça e Paz, Dársio Paupério Sério, para encaminhar o duplo pedido, jurídico e técnico, ao Ministério das Comunicações. . Depois de muitas reuniões com o Conselho do Vicariato da Comunicação, a 31 de maio de 1995, o então deputado federal, Hélio Bicudo, entrou no Ministério das Comunicações com a reabertura do mesmo processo de 1985, acrescentando a dupla exigência feita à Fundação Metropolitana Paulista. 

A 5 de julho de 1996, dom Paulo Evaristo reúne em sua residência 10 comunicadores religiosos para informar a devolução da Rádio e consultar como deveria ser a nova 9 de Julho. Deve ser missionária, evangelizadora, profética, do povo e da arquidiocese, não de religiosos, disseram os participantes da reunião. . A 9 de julho de 1996, em Brasília, no Palácio do Planalto, de forma inédita, ao meio dia, com os Cardeais de São Paulo e de Brasília, Governador Covas e políticos paulistas de Brasília, CNBB e Vicariato da Comunicação, participaram daquele ato histórico. Foi solene e emocionante, em que o presidente Fernando Henrique Cardoso anulou o decreto de Médici e homologou a portaria do ministro Sérgio Motta devolvendo a 9 de Julho à Fundação Paulista na freqüência de 1600 kHz com a potência de 10 kilowatts. 

A 23 de julho de 1996, Cardeal Arns responsabilizou o Vicariato da Comunicação a encaminhar o projeto técnico e jurídico para a reconstrução da 9 de Julho. A 5 de agosto de 1996, os bispos aprovaram o local da rádio no Seminário da Freguesia do Ó. A 22 de agosto de 1996, foi contratado o engenheiro, Cláudio Victor Donato, para elaborar e executar o projeto técnico.. A 19 de setembro de 1996, os bispos aprovaram o projeto técnico e decidiram pedir aumento de potência. A 7 de outubro de 1996, Cardeal Arns pediu o aumento de 10 kW para 200 kW. A 14 de novembro de 1996, o Cardeal Arns recebeu telefonema de Brasília confirmando o aumento de 100 kw diurnos e 20 kW noturnos com algumas exigências técnicas para evitar irradiação oposta a São Paulo, porque há emissora em 1590 kHz em Cabreúva, Argentina e Uruguai. Esse aumento de potência com exigências técnicas teve portaria a 31 de janeiro de 1997 com publicação no Diário Oficial a 3 de fevereiro de 1997. Logo a seguir, no dia 21 de fevereiro de 1997, o Projeto Técnico foi protocolado no Ministério. 

A 4 de março de 1997, o engenheiro mostrou aos bispos no local da Freguesia do Ó como será o projeto da rádio, enviado a Brasília. A 14 de abril de 1997, dom Antônio Gaspar reúne com o Conselho para Assuntos Econômicos da Arquidiocese, o Vicariato da comunicação e publicitários, como Mauro Sales, para captar recursos financeiros em prol da nova rádio. A conclusão foi contratar diretor geral e diretor executivo para fazer pesquisa e projetar programação. 

A 24 de junho de 1997, dom Paulo Evaristo nomeia diretor geral da Rádio 9 de Julho, Mons. Dario Benedito Bevilacqua. A 1º de julho de 1997, Mons. Dario nomeia diretor executivo da 9 de Julho, Francisco Paes de Barros, que na década de 70 colocou a Rádio Globo em 1º lugar, na década de 80 colocou a Rádio Record os primeiros lugares e na década de 90 deixou a Rádio América no 2º lugar de audiência em São Paulo. 

Nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro de 1996, foi feita a coleta nacional para Obras Diocesanas, que deu à Rádio 100 mil reais. Muitas iniciativas e contatos foram feitos com paróquias e colégios católicos para levantar recursos para obras de terraplanagem, instalação de torres e antenas, transmissores, estúdios, sistema elétrico e de áudio digital. De 1º de outubro a 5 de dezembro de 1997 foi feita ação entre amigos com vários prêmios, como casa e carro, pela loteria federal de 13 de dezembro de 1997. 

A 22 de setembro de 1998, dom Cláudio Hummes reúne no auditório da revista Família Cristã, representantes de regiões episcopais, vicariatos, movimentos, associações, pastorais, universidades, meios e organismos católicos de comunicação, além de jornalistas e publicitários para lançar campanha pela Rádio 9 de Julho. A agência de Mauro Salles fez peças publicitárias, divulgando o logotipo da 1600 kHz e campanha para discar 0900 contribuindo com 10 reais. além do nº de conta no Bradesco para a 9 de Julho. 

Em janeiro de 1999, a Marplan fez pesquisa para definir o interesse e o perfil do público de nova rádio comercial e católica na cidade de São Paulo, definindo assim a grade de programação da emissora. A 19 de março de 1999 a Rádio 9 de Julho entrou no ar em caráter experimental, com a programação incompleta, procurando qualificar o som. O Boletim do IBOPE de junho a agosto de 1999, coloca a 9 de Julho entre as 10 emissoras AM mais ouvidas em São Paulo. Em setembro de 1999, a rádio da arquidiocese recebeu da Anatel a licença de funcionamento. Por isso, a 23 de outubro de 1999, foi solenemente reinaugurada a Rádio 9 de Julho da Fundação Metropolitana Paulista.


Fonte: 9 de Julho AM 1600

Roberto Avallone no SporTV

Roberto Avallone agora é Comentarista no SporTV


Com passagem pelas rádios Bandeirantes e Capital AM e pelas TVs Gazeta, Rede TV e CNT, o jornalista esportivo Roberto Avallone,  acaba de fechar um acordo com o canal a cabo SporTV, onde inclusive  já participou de alguns programas em 2014. 

Avallone vai participar uma vez por semana do programa  Redação SporTV. Além da TV,  o premiado jornalista esportivo segue com seu Blog no UOL.

Fonte: Bastidores do Rádio

terça-feira, 17 de março de 2015

Moretto Diexa a Rádio Gaúcha

Jornalista Claudio Moretto deixa Rádio Gaúcha após 35 anos

Moretto era o coordenador de jornalismo da emissora Foto: Twitter

O jornalista Claudio Moretto deixou a Rádio Gaúcha FM 93.7 AM 600 de Porto Alegre, após 35 anos atuando pela emissora voltada ao jornalismo na capital gaúcha. A última função desempenhada por Moretto era a coordenação de Jornalismo da emissora.

O jornalista também atuou em outras funções, como, por exemplo, foi editor do programa Chamada Geral, que na época era apresentado por Bira Valdez (falecido em 2005). Ele também foi chefe de reportagem e coordenador de produção antes de assumir o cargo mais recente.

Claudio Moretto coleciona passagens pelas rádios Farroupilha AM 680 de Porto Alegre, na época pertencente aos Diários Associados, e Difusora AM (hoje Bandeirantes AM 640 de Porto Alegre), onde chefiou o departamento de Jornalismo. Também colaborou com o Jornal de Integração Nacional e Jornal da Manhã.

A Rádio Gaúcha vem passando por uma série de mudanças nos últimos meses. Na semana passada, o Tudo Rádio noticiou a estreia do ‘Estúdio Gaúcha’, que substitui o ‘Chamada Geral 3ª Edição’ e o ‘Dose Dupla’. O programa promete jornalismo e esporte conectados, com análise de comentaristas, detalhamento dos fatos e participação dos ouvintes. Apresentado por Eduardo Gabardo e Felipe Chemale, a nova atração vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 22h à meia-noite. Segundo anúncio oficial, as próximas mudanças na programação acontecerão ao longo do mês de março.

Já em relação à nova identidade visual, a emissora informou que a principal mudança é a inclusão de botões com a frequência das praças da emissora (Porto Alegre, Santa Maria, Serra e Zona Sul), que poderão ser encontrados em barras degrade ao lado do logotipo. Criada pela agência Competence, a marca é explorada em todos os pontos de contato da Rádio Gaúcha, tanto na mídia impressa quanto na digital.



Fonte: Tudo Rádio

Rádio Gaúcha(Rede Gaúcha Sat) É uma cadeia de emissoras de rádio de vários estados do Brasil, afiliadas a Rádio Gaúcha. Foi fundada oficialmente na Copa do Mundo de 1994, contando na época com mais de 400 emissoras. Atualmente é composta por 123 emissoras, que que visam acompanhar as jornadas esportivas da Dupla Gre-Nal e da Seleção Brasileira e retransmitir vários programas jornalísticos.


Rio Grande do Sul


Alegrete - Rádio Minuano FM 97.5
Anta Gorda - Rádio Cultura FM 105.5
Antônio Prado - Rádio Solaris AM 1110
Aratiba - Rádio Aratiba AM 900
Arroio Grande - Rádio Difusora Fronteira AM 1580
Arvorezinha - Rádio Cultura AM 1460
Bagé - Rádio Cultura AM 1460
Bom Jesus - Rádio Aparados da Serra AM 1240
Caçapava do Sul - Rádio Caçapava AM 1070
Cachoeira do Sul - Rádio Fandango AM 1260
Caibate - Rádio Caibate AM 1440
Camaquã - Rádio Acústica FM 97,7
Campinas do Sul - Rádio Campinas do Sul AM 1460
Candelária - Rádio Princesa do Jacuí AM 760
Canguçu - Rádio Liberdade AM 1500
Carazinho - Rádio Gazeta AM 670
Catuípe - Rádio Águas Claras AM 1250
Caxias do Sul - Rádio Gaúcha Serra FM 102.7
Cerro Largo - Rádio Shamballa FM 105.9
Cerro Largo - Rádio Cerro Azul AM 1190
Chapada - Rádio Simpatia AM 1500
Chiapeta - Rádio Ciranda FM 91.9
Constantina - Rádio Atlântica AM 1390
Coronel Bicaco - Rádio Guarita AM 1430
Crissiumal - Rádio Metrópole AM 1070
Cruz Alta - Rádio Cruz Alta AM 1140
Dom Pedrito - Rádio Sulina AM 1530
Erechim - Rádio Difusão Sul Riograndense AM 650 + FM 94,9
Espumoso - Rádio Planetário AM 1290
Faxinal do Soturno - Rádio São Roque AM 1480
Fontoura Xavier - Rádio Cultura FM 88.9
Frederico Westphalen - Rádio Luz e Alegria AM 1160 + FM 95.9
Gaurama - Rádio Gaurama AM 1260
Getúlio Vargas - Rádio Sideral AM 700
Gramado - Rádio Excelsior AM 1140
Guaporé - Rádio Aurora AM 1350
Guarani das Missões - Rádio Guaramano AM 1480
Horizontina - Rádio Vera Cruz AM 1270
Ibiaçá - Rádio Cristalina FM 89.3
Ibirubá - Rádio CBS FM 93.1
Ijuí - Rádio Jornal da Manhã AM 1370
Iraí - Rádio Marabá AM 1080
Itaqui - Rádio Pitangueira AM 1170 + FM 94,1
Jaguarão - Rádio Cultura AM 1110
Jaguari - Rádio Jaguari AM 1160
Júlio de Castilhos - Rádio 14 de Julho AM 1420
Lagoa Vermelha - Rádio Cacique AM 630
Marau - Rádio Alvorada AM 1360
Marcelino Ramos - Rádio Salette AM 1090
Nova Prata - Rádio Coroados FM 103,3
Nonoai - Rádio Clube de Nonoai AM 1230
Não Me Toque - Rádio Ceres AM 1440
Osório - Rádio Osório AM 750
Palmeira das Missões - Rádio Palmeira AM 740
Palmitinho - Rádio Chiru AM 1380
Paraí - Rádio Club FM 89.1
Panambi - Rádio Sulbrasileira AM 1320
Passo Fundo - Rádio Uirapuru AM 1170 + FM 90,1
Planalto - Rádio Ametista AM 760
Piratini - Rádio Nativa FM 93.9
Porto Alegre - Rádio Gaúcha FM 93.7 + AM 600
Porto Lucena - Rádio Navegantes AM 1590
Quaraí - Rádio Salamanca FM 101.5
Restinga Seca - Rádio Integação AM 1310
Rio Grande/Pelotas - Rádio Gaúcha Zona Sul FM 102.1
Rodeio Bonito - Universal FM 102.9
Rosário do Sul - Rádio Marajá AM 660
Santa Bárbara - Rádio Blau Nunes AM 1210
Salto do Jacuí - Rádio Geração FM 107.1
Santana do Livramento - Rádio RCC FM 95.3
Santa Rosa - Rádio Noroeste AM 890
Santa Maria - Rádio Gaúcha FM 105.7
Santiago - Rádio Santiago AM 1230
Santo Ângelo - Rádio Sepé Tiaraju AM 540
Santo Augusto - Rádio Querência AM 1540
São Borja - Rádio Cultura AM 1260
São Gabriel - Rádio Batovi AM 700
São João da Urtiga - Rádio Educadora AM 1400
São Lourenço do Sul - Rádio Litoral Sul FM 104.3
São Luiz Gonzaga - Rádio São Luiz AM 1060
São Marcos - Rádio Diplomata AM 1330
São Sepé - Rádio Cotrisel AM 1200
Seberi - Rádio Seberi AM 880
Serafina Corrêa - Rádio Rosário AM 1190
Soledade - Rádio Cristal AM 1060
Tapejara - Rádio Tapejara AM 1530
Tapes - Rádio Tapense AM 1520
Tenente Portela - Rádio Província FM 100.7
Torres - Rádio Maristela AM 1380
Três Passos - Rádio Difusora Celeiro AM 1350
Três de Maio - Rádio Colonial AM 1460
Tupanciretã - Rádio Tupã AM 990
Uruguaiana - Rádio Charrua AM 1140 + FM 97.7
Vacaria - Rádio Fátima AM 580
Veranópolis - Rádio Veranense AM 1480
Veranópolis - Rádio Comunidade Princesa do Vales FM 96.1

Santa Catarina


Brusque - Rádio Araguaia AM 970
Caçador - Rádio Caçanjurê AM 1110
Campo Erê - Rádio Atalaia AM 850
Capinzal - Rádio Barriga Verde AM 570
Chapecó - Rádio Chapecó AM 1330
Concórdia - Rádio Rural AM 840
Coronel Freitas - Rádio Continental AM 1020
Descanso - Rádio Progresso AM 590
Içara - Rádio Difusora AM 910
Itapiranga - Rádio Itapiranga AM 990
Imaruí - Rádio Litoral AM 1320
Jacinto Machado - Rádio Integração FM 91.7
Joaçaba - Rádio Catarinense AM 1270 + FM 97.3
Maravilha - Rádio Líder FM 92.3
Marechal Cândido Rondon - Rádio Difusora do Paraná AM 970
Mondai - Rádio Porto Feliz AM 1530
Palmitos - Rádio Entre Rios AM 1400
Ponte Serrada - Rádio Nambá AM 1410
Pinhalzinho - Rádio Nova FM 103.1
São Carlos - Rádio Tropical FM 89,7
São Domingos - Rádio Clube AM 1190
São José do Cedro - Rádio Integração do Oeste AM 1180
São Miguel do Oeste - Rádio FM 103.7
Seara - Rádio Belos Montes AM 1450
Tijucas - Rádio Vale AM 950
Videira - Rádio Videira AM 790
Xanxerê - Rádio Princesa do Oeste AM 1130


Paraná 


Ampére - Rádio Ampére AM 1460
Capanema - Rádio Capanema AM 1560
Capitão Leônidas Marques - Rádio Hawaí 1590
Cascavel - Rádio Colméia AM 650
Chopinzinho - Rádio Chopinzinho AM 780
Coronel Vivida - Rádio Voz AM 690
Foz do Iguaçu - Rádio Cultura AM 820
Guaíra - Rádio Guaíra AM 1460
Marechal Cândido Randon - Rádio Difusora AM 970
Medianeira - Rádio Independência AM 1020
Palotina - Rádio Continental AM 0570
Ponta Grossa - Rádio Difusora AM 690
Salto do Lontra - Rádio Independência AM 1390
Santa Helena - Rádio Grande Lago AM 580
Toledo - Rádio Integração AM 1380

Outros Estados 


Campo Novo do Parecis/MT – Rádio Parecis AM 1530
Guarantã do Norte/MT – Rádio Enauan do Norte AM 1180
Maceió/AL – Rádio Difusora AM 960
Manaus/AM – Rádio Difusora do Amazonas AM 1180
Matupá/MT – Rádio Cidade AM 770
Querência/MT – Rádio Líder FM 97.9
Rolim de Moura/RO – Rádio Clube Cidade AM 1020
Sidrolândia/MS – Rádio Pindorama AM 1310
Sinop/MT – Rádio Celeste AM 610
Sorriso/MT – Rádio Sorriso AM 770

Rede Mais Esportes

Rede Mais Esportes já é um sucesso no Rio de Janeiro Iniciada em janeiro deste ano, a “Rede Mais Esportes” já se consolidou no Rio de Ja...