quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Web rádio 60.0 é inaugurada em Santos

Rádio 60.0 nasce na era digital


Quem nasceu em 1955 e chega agora aos 60 anos pôde testemunhar o crescimento do rock, punk, punk rock e o surgimento de estrelas da música nacional e mundial. Agora, essa mesma geração pode participar e acompanhar o nascimento de um novo hit: a rádio 60.0. Criada pela Prefeitura de Santos, em parceria com a Fundação Vitório Lanza e a Fundação Sociedade Comunicação Cultura e Trabalho, a rádio já pode ser seguida pela internet. Basta digitar www.60pontozero.com.br que o ouvinte estará sintonizado. Outra opção será acessá-la por aplicativos para smartphones e tablet da plataforma android. 

CAPACITAÇÃO 


Idosos que frequentam os centros de convivência da prefeitura ou as entidades parceiras e estão interessados em atuar como voluntários na rádio, devem se inscrever em janeiro de 2016 nos próprios equipamentos que já frequentam. Em fevereiro eles serão capacitados pela Secretaria de Comunicação e Resultados em quatro módulos: Rádio: noções para locução, operação de áudio e jornalismo; Redes sociais e internet; Aplicativos para smartphones; e Cidadania: atenção integral à pessoa idosa. A ideia é formar dois grupos com 12 idosos cada. A programação será definida em conjunto com os usuários dos equipamentos públicos da prefeitura de Santos, mas deve conter notícias e músicas. Eles serão responsáveis pela produção, transmissão das informações e locução. Saiba mais: Os parceiros Centros de Convivência da Zona Noroeste, Vida Nova e Isabel Garcia, além da Casa do Sol, Instituto Energia, SOS Idosos, Sociedade São Vicente de Paulo e Lar Evangélico.

por Anderson Cheni 

Campeonato Cearense 2016

TV Verdes Mares, TV Diário e EI MAXX mostram o Cearense 2016


A Federação Cearense de Futebol (FCF) divulgou nesta segunda-feira a tabela detalhada do campeonato estadual de 2016 já com os duelos a serem mostrados pelas três emissoras de TV que detém os direitos de transmissão: TV Verdes Mares (afiliada Globo) e TV Diário (ambas em TV Aberta) e o EI MAXX (em sinal fechado).

Veja abaixo os jogos com televisionamento (horário local):

1ª RODADA
17/1, 16h00, Maranguape x Icasa (TV Diário)

2ª RODADA
20/1, 21h00, Quixadá x Tiradentes (TV Diário)
23/1, 16h00, Fortaleza x Itapipoca (EI MAXX)
24/1, 16h00, Guarany/S x Ceará (TV Diário)

3ª RODADA
27/1, 19h00, Ceará x Guarani/J (EI MAXX) e 21h00, Icasa x Fortaleza (TV Diário)

4ª RODADA
30/1, 16h00, Icasa x Itapipoca (TV Diário) e Ceará x Quixadá (EI MAXX)
31/1, 16h00, Uniclinic x Fortaleza (TV Verdes Mares e TV Diário)

5ª RODADA
3/2, 19h00, Fortaleza x Maranguape (EI MAXX) e 21h00 – Tiradentes x Ceará (TV Verdes Mares e TV Diário)

6ª RODADA
6/2, 16h00, Itapipoca x Fortaleza (TV Verdes Mares e TV Diário) e Ceará x Guarany/S (EI MAXX)
17/2, 21h00, Tiradentes x Quixadá (TV Diário)

7ª RODADA
10/2, 19h00, Fortaleza x Icasa (EI MAXX) e 22h00, Guarani/J x Ceará (TV Verdes Mares e TV Diário)

8ª RODADA
13/2, 16h00, Tiradentes x Guarani/J (TV Diário)
14,2, 16h00, Icasa x Maranguape (TV Diário)

9ª RODADA
20/2, 16h00, Fortaleza x Uniclinic (EI MAXX)
21/2, 16h00, Quixadá x Ceará (TV Verdes Mares e TV Diário)

10ª RODADA
27/2, 16h00, Ceará x Tiradentes (EI MAXX)
28/2, 16h00, Maranguape x Fortaleza (TV Verdes Mares e TV Diário)

A expansão da tecnologia móvel facilitando o acesso ao rádio.

Mundo fecha 2015 com mais de 100 mil emissoras de rádio e 7,5 bilhões de celulares


Colunista da CBN afirma que a expansão da tecnologia móvel facilita o acesso ao rádio


A rede liderada pela CBN FM 90.5 AM 780 de São Paulo levou ao ar ontem (29) mais uma edição da coluna Mundo Digital, de Ethevaldo Siqueira. O colunista fez um balanço do avanço das comunicações do mundo em 2015, destacando também o ganho de importância obtido pelo rádio. O panorama descrito por Siqueira confirma o que foi discutido ao longo dos congressos realizados no Brasil e no exterior, onde painéis mostraram através de números os avanços obtidos pelo meio rádio, inclusive com recordes de audiência. O mundo fecha 2015 com mais de 100 mil estações de rádio.

Segundo Ethevaldo Siqueira, as comunicações fecharam 2015 com mais de 7,5 bilhões de dispositivos móveis, considerados pelo colunista como “os novos receptores do rádio”. Siqueira afirma que esse quadro “contraria todas as previsões de que o rádio iria desaparecer”, tendo o seu alcance cada vez mais facilitado pela tecnologia. Além da recepção via ondas terrestres (FM) presentes na maioria dos modelos de celulares (inclusive smartphones), a popularização dos aplicativos móveis e portais de rádios adaptados aos dispositivos tem facilitado o consumo do conteúdo do rádio em diferentes situações.

O panorama descrito na coluna Mundo Digital da CBN vai ao encontro com a realidade exemplificada em painéis em congressos importantes, como no SET Expo 2015 (realizado em agosto passado na cidade de São Paulo) e 27º Congresso da Radiodifusão (da ABERT, ocorrido em outubro no Distrito Federal). Na época o Tudo Rádio acompanhou as palestras que mostraram o crescimento da audiência do rádio via ondas e também a criação de novos públicos devido a presença do meio na internet, com destaque para o cenário dos Estados Unidos, onde o rádio cresceu no AM/FM e contou com um novo universo presente no on-line.

Ao longo de 2015 o Ibope Media divulgou pesquisas relacionadas ao comportamento e o tamanho da audiência de rádio no Brasil, com a afirmação de que 89% da população brasileira acompanha o meio rádio nas maiores regiões metropolitanas do país. A tendência é de que esse quadro seja ainda mais favorável ao rádio em 2016.

Fonte:Tudo Rádio
Colaboração de Nelson Pinto

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Rádio UFSCar

Rádio UFSCar recebe propostas de programas para 2016


A Rádio UFSCar, emissora educativa da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), recebe por meio de chamada pública, até às 12 horas do dia 5 de janeiro, propostas para compor o acervo de sua programação em 2016. Os projetos selecionados podem ser transmitidos ou coproduzidos com a comunidade no próximo ano. 

Os programas podem ser propostos nas modalidades de produção independente, que compreende o programa produzido inteiramente pelo seu proponente, ou de coprodução com a Rádio UFSCar, podendo ter temáticas livres, em diversos formatos como, por exemplo, entrevistas, discotecagem, curiosidades, dentre outros. Os programas também podem ter duração variada, sendo programetes, uma série de especiais ou ainda programas semanais. 

O Conselho Editorial da Rádio UFSCar será responsável por analisar o material recebido nas inscrições. Para a seleção, serão avaliadas a viabilidade técnica e orçamentária, bem como a qualidade artística e informativa do conteúdo a ser produzido ou coproduzido. Originalidade, diversidade musical, capacidade de produção e de comunicação com público a que se destina, os currículos do produtor ou coprodutor e eventuais participantes, e o histórico do programa com a Rádio UFSCar também serão levados em consideração.

Os interessados devem se inscrever preenchendo o formulário específico disponível no Edital, publicado em www.radio.ufscar.br/chamadapublica, no qual também há outras informações. A Rádio UFSCar é transmitida em 95,3 FM para São Carlos e região, e pode ser acessada pelo site www.radio.ufscar.br. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone (16) 3351-8099.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Há exatos 20 anos, o BOTAFOGO era campeão brasileiro de 1995! Parece que foi ontem!

Há 20 anos a Estrela solitária, comandada pelo artilheiro Túlio Maravilha, conquistava o título Brasileiro e pintava o Brasil de preto e branco.

Heróis de 95. Em pé: Gottardo, Grotto, Gonçalves, Carlão, Jamir e Wagner; Donizete Agachados: Túlio, Narcízio, André Silva, Moisés, Leandro, Iranildo, Wilson Goiano e Sérgio Manoel.

O gol do título foi marcado por Túlio Maravilha, artilheiro daquele campeonato, com 23 gols. Mas o título não seria possível sem as defesas de Wágner, os cruzamentos de Wilson Goiano, a consistência e a liderança de Gonçalves e Wilson Gottardo, o apoio constante de André Silva, o equilíbrio de Leandro Ávila e Jamir, a categoria de Sérgio Manoel, as arrancadas de Beto, a velocidade de Donizete e o faro de gol de Túlio, além um grupo forte comandando pelo brilhante Paulo Autuori.
Donizete Pantera e Túlio Maravilha Fizeram a dupla de Ataque do Fogão em 95

A campanha teve 27 jogos, com 14 vitórias, 9 empates e 4 derrotas. Foram 46 gols a favor e apenas 25 contra.

A campanha teve 27 jogos, com 14 vitórias, 9 empates e 4 derrotas. Foram 46 gols a favor e apenas 25 contra.

19/08 – Vitória 2 x 2 Botafogo – Gols de Jamir e Túlio
23/08 – Botafogo 3 x 1 Paysandu – Gols de Túlio (3)
27/08 – Botafogo 3 x 1 Guarani – Gols de Donizete (2) e Túlio
30/08 – Bragantino 1 x 0 Botafogo
02/09 – Botafogo 2 x 1 Corinthians – Gols de Iranildo e Túlio
07/09 – Palmeiras 2 x 1 Botafogo – Gol de Sérgio Manoel
16/09 – Grêmio 2 x 3 Botafogo – Gols de Túlio (2) e Narcízio
20/09 – Botafogo 0 x 0 Juventude
24/09 – Flamengo 1 x 3 Botafogo – Gols de Túlio, Gonçalves e Marcelo Alves
01/10 – Cruzeiro 5 x 3 Botafogo – Gols de Narcízio (2) e Túlio
08/10 – Botafogo 0 x 0 Paraná
12/10 – São Paulo 0 x 2 Botafogo – Gols de Túlio (2)
15/10 – Botafogo 0 x 0 Internacional
22/10 – Sport 1 x 2 Botafogo – Gols de Sérgio Manoel
28/10 – Botafogo 2 x 0 Portuguesa – Gols de Túlio
04/11 – Criciúma 1 x 1 Botafogo – Gol de Donizete
10/11 – Botafogo 3 x 0 União São João – Gols de Túlio (2) e Grotto
12/11 – Botafogo 5 x 0 Atlético-MG – Gols de Túlio (2), Donizete (2) e Gonçalves
18/11 – Goiás 0 x 1 Botafogo – Gol de Túlio
22/11 – Botafogo 2 x 0 Bahia – Gols de Narcízio e Wilson Goiano
26/11 – Vasco 0 x 2 Botafogo – Gols de Túlio (2)
29/11 – Santos 3 x 1 Botafogo – Gol de Dauri
03/12 – Botafogo 1 x 1 Fluminense – Gol de Moisés

SEMIFINAL 

07/12 – Cruzeiro 1 x 1 Botafogo – Gol de Túlio
10/12 – Botafogo 0 x 0 Cruzeiro

FINAL 

13/12 – Botafogo 2 x 1 Santos – Gols de Gottardo e Túlio
17/12 – Santos 1 x 1 Botafogo – Gol de Túlio

FICHA DA FINAL


SANTOS 1 x 1 BOTAFOGO

Data: 17/12/1995
Local: Pacaembu
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas
Renda e público: R$ 697.520,00 e 28.488
Gols: Túlio, 24’1ºT (0-1) e Marcelo Passos, 1’2ºT (1-1)

Santos: Edinho, Marquinhos Capixaba, Ronaldo, Narciso e Marcos Adriano; Carlinhos, Marcelo Passos, Robert (Macedo) e Giovanni; Jamelli e Camanducaia. Técnico: Cabralzinho.

Botafogo: Wágner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Gonçalves e André Silva (Moisés); Leandro Ávila, Jamir, Beto e Sérgio Manoel; Donizete e Túlio Maravilha. Técnico: Paulo Autuori.




No total, 25 jogadores participaram da campanha. O time titular é decorado por todo Botafoguense: Wágner, Wilson Goiano, Gonçalves, Wilson Gottardo e André Silva; Leandro Ávila, Jamir, Sérgio Manoel e Beto; Donizete e Túlio. Além deles, Carlão, Cláudio, Wilson Mineiro, Márcio Theodoro, Eliomar, Grotto, Guto, Moisés, Julinho, Iranildo, Marcelo Alves, Narcízio, Dauri e Niki jogaram aquele campeonato.



quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

O Canhão Agora é do grupo Bandeirantes!

Rogério Assis é contratado para a Bandeirantes e Bradesco Esportes


O Grupo Bandeirantes de Comunicação está com novidade em seu quadro de profissionais. O narrador esportivo Rogério Assis, o Canhão, passa a integrar a equipe esportiva do grupo e vai fazer parte da equipe da Rádio Bandeirantes AM e FM e da Bradesco Esportes FM de São Paulo, segundo o Tudo Rádio, por Carlos Massaro. Ele deve estrear sexta-feira (11) na partida de despedida do goleiro são-paulino Rogério Ceni.

Na noite da última quarta-feira (9), Assis postou uma mensagem se despedindo dos ouvintes e profissionais da 105 FM, onde atuava. Já na manhã desta quinta-feira, Rogério Assis postou em sua página no Facebook a marca da Rádio Bandeirantes com a frase “um novo ciclo se inicia”.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

David Rangel também na Ultra FM

David Rangel pode ser ouvido em outra emissora


David Rangel hoje na Rádio Globo, esta atuando em uma outra emissora desde do dia 03/11.
É a Ultra FM de Maricá na Região Oceânica do Rio a mesma que esta também o ex-repórter da Super Radio Tupi, Caio Alex.
O horário do programa de David Rangel e de 9:00 as 11:00.

Clique aqui:http://ultrafmrio.com/



A crise pegou forte a Bradesco Esportes FM Rio

Bradesco Esportes FM diminui quadro de profissionais no Rio de Janeiro


A Bradesco Esportes FM 91.1 do Rio de Janeiro dispensou oito profissionais do seu quadro. A emissora deve manter sua programação retransmitindo a grade que é gerada a partir da Bradesco Esportes FM 94.1 de São Paulo, com apenas alguns horários locais da capital fluminense.

A Bradesco Esportes FM estreou no Rio de Janeiro em setembro de 2012 como parte do projeto de rádio esportiva do Grupo Bandeirantes de Comunicação e que leva a marca do Banco Bradesco como patrocinador máster nos mercados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Em seu quadro de profissionais, a emissora contou com nomes de peso do rádio esportivo nacional, como José Carlos Araújo, o Garotinho (que hoje atua pela Super Rádio Tupi FM 96.5 AM 1280 do Rio de Janeiro).

A Bradesco Esportes FM é a terceira estação em FM controlada pelo Grupo Bandeirantes no Rio, grupo que conta também com as estações BandNews FM 94.9 e MPB FM 90.3. Em São Paulo, a emissora que gera a programação estreou no dia 17 de maio daquele ano.

De acordo com as informações, o projeto passou pela transmissão da Copa do Mundo no Brasil em 2014 e deve seguir até a Olímpiada do Rio de Janeiro, que será disputada no ano que vem na capital fluminense. De acordo com as informações do Portal Comunique-se, somente o programa "Donos da Bola", comandado por Edilson Silva, que é retransmitido pela TV, será local, além de algumas transmissões esportivas. 

Fonte: Tudo Rádio

sábado, 5 de dezembro de 2015

Morre a atriz Marília Pêra, aos 72 anos, no Rio.

Morre no Rio a atriz Marília Pêra

Atriz tinha 72 anos e lutava contra um câncer havia dois anos.

Velório acontece no início da tarde deste sábado.


A atriz, cantora e diretora Marília Pêra morreu às 6h deste sábado (5), no Rio, aos 72 anos. A atriz, que lutava contra um câncer de pulmão havia 2 anos, morreu em casa, ao lado da família. Ela deixa os filhos Ricardo Graça Mello, Esperança Motta e Nina Morena e o marido Bruno Faria. O velório foi marcado para o Teatro Leblon, na sala Marília Pêra. O corpo chegou ao local da cerimônia, fechada para família e amigos, por volta das 14h30.

Marília era uma das artistas mais completas do Brasil: além de interpretar, era cantora, bailarina, diretora, produtora e coreógrafa. Trabalhou em mais de 50 peças, quase 30 filmes e cerca de 40 novelas, minisséries e programas de televisão. Um dos últimos trabalhos da atriz foi sua participação na série "Pé na Cova', da TV Globo, onde interpretava a personagem Darlene.

Marília Soares Pêra nasceu em 22 de janeiro de 1943, no bairro do Rio Comprido, no Rio. Sua primeira entrada em cena aconteceu quando ainda era bebê, fazendo figuração numa peça, informa seu perfil no Memória Globo. Aos quatro anos de idade, ela atuou com os pais no espetáculo “Medeia”. Sua irmã mais nova, Sandra Pêra, também é atriz e cantora.

Entre os 14 e os 21 anos, Marília atuou como bailarina em musicais. Quando tinha 18, viajou por Brasil e Portugal com a peça “Society em baby-doll”. Outro destaque foi “Como vencer na vida sem fazer força”, trabalhando ao lado de Procópio Ferreira, Moacyr Franco e Berta Loran.

Em 1965, Marília foi contratada pelo diretor Abdon Torres para integrar o elenco inicial da TV Globo. Nessa época, fez o papel principal das novelas “Rosinha do sobrado”, “Padre Tião” e “A moreninha”.

Após um período fora da TV Globo, no qual atuou em “Beto Rockfeller” (1968), da TV Tupi, ela foi convidada a voltar por Daniel Filho, em 1971 – viveu Shirley Sexy em “O cafona”, que a tornou ainda mais conhecida. Na sequência, vieram “Bandeira 2” (1971-72) e “Supermanoela” (1974). A partir daí, afastou-se das novelas por oito anos, até aparecer em “O campeão” (1982), exibida pela TV Bandeirantes.

Entre os trabalhos favoritos na TV, no entanto, Marília escolhia duas minisséries: “O primo Basílio” (1988), em que interpretou a vilã Juliana, e “Os Maias” (2001), em que interpretou Maria Monforte.  Na minissérie “JK", fez a ex-primeira dama do Brasil Sarah Kubitschek.

Já na década de 1990, Marília atuou nas novelas “Lua cheia de amor” (1991) e “Meu bem querer” (1998). Outros trabalhos mais recentes foram em “Começar de novo” (2004); “Cobras & Lagartos” (2006), como a falida, mas ambiciosa, Milu; “Duas caras” (2007), como a alienada Gioconda.

Antes de “Pé na cova”, a amizade com Miguel Falabella já havia rendido papéis no seriado “A vida alheia” (2010), no filme “Polaroides urbanos” (2008) e na novela “Aquele beijo” (2011), todos escritos por ele.

Ao longo de uma carreira que durou praticamente toda sua vida, Marília Pêra destacou-se ainda no cinema. Estrelou filmes como “Pixote, a lei do mais fraco” (1980), “Bar Esperança” (1983), “Tieta do agreste” (1995) e “Central do Brasil” (1996) e “O viajante” (1998).

No teatro, ganhou duas vezes o Prêmio Molière: em 1974, por “Apareceu a Margarida”, e em 1984, por “Brincando em cima daquilo”. Como diretora, esteve por trás de uma das peças de maior sucesso do país, Após um período fora da TV Globo, no qual atuou em “Beto Rockfeller” (1968), da TV Tupi, ela foi convidada a voltar por Daniel Filho, em 1971 – viveu Shirley Sexy em “O cafona”, que a tornou ainda mais conhecida. Na sequência, vieram “Bandeira 2” (1971-72) e “Supermanoela” (1974). A partir daí, afastou-se das novelas por oito anos, até aparecer em “O campeão” (1982), exibida pela TV Bandeirantes.

O retorno às novelas da Globo aconteceu apenas em “Brega & Chique” (1987). Na pele de Rafaela, fez bastante sucesso por sua parceria com Marco Nanini. Anos depois, Marília diria que essa foi a novela que mais gostou de fazer. Ela voltaria a interpretar Rafaela no remake de “Ti-Ti-Ti” (2011), escrito por Maria Adelaide Amaral.

Além disso, nos palcos interpretou Carmen Miranda em diversas ocasiões – “O teu cabelo não nega” (1963), “A pequena notável” (1966), “A tribute to Carmen Miranda” (1975), apresentada em Nova York, “A Pêra da Carmem” (1986 e 1995) e “Marília Pêra canta Carmen Miranda” (2005). Outras estrelas vividas por Marília foram Dalva de Oliveira, no musical “A estrela Dalva” (1987); Maria Callas, na peça “Master Class” (1996) e a estilista “Coco Chanel”, na peça “Mademoiselle Chanel” (2004).

Fonte G1

Perda irreparável para a arte Brasileira. Descanse em paz, Diva! 


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Fim da Rádio Nativa no Rio! Antena ! volta ao dial

A Nativa FM sai do ar no Rio de Janeiro dia 16 de dezembro. A informação é que a rádio será entregue ao Paulo Maia, dono do canal.

Rádio Antena 1 volta ao dial 103,7


A Rádio Antena 1 vai retornar ao dial 103,7 FM. O dono do canal, Paulo Maia, decidiu não arrendar mais a frequência, aos poucos vai montar equipe para iniciar em janeiro de 2016. A casa da Urca com os estúdios continuam intactos.

História:

A Antena 1 Rio de Janeiro foi uma estação de rádio brasileira do Rio de Janeiro inicialmente situada no Centro do Rio, criada em 1981. Mais tarde mudou-se para o bairro da Urca. Encerrou as atividades às 0h do dia 1° de Junho de 2009 dando lugar à Nativa FM.

Possuía uma programação diferenciada com informes noticiosos durante a programação e prestação de serviços (Como trânsito e economia). Uma de suas características era ter apenas mulheres no elenco de radialistas.

Fonte: Info News

Demissões no SGR São Paulo

Demissões no Sistema Globo de Rádio em São Paulo

Agora pela manhã a diretoria da rádio Globo de São Paulo informou o  que o narrador Doni Vieira, o repórter e produtor Rafael Esgrilis e outros três operadores não fazem mais parte do quadro de funcionários do departamento de esportes da emissora, entre eles está Luiz Inácio o "Luizinho", um dos mais antigos e competentes da casa.  
Cortes aconteceram também na produção e no departamento comercial. Reuniões entre as diretoria do Rio e de São Paulo estão acontecendo desde que Marcelo Soares,  novo diretor do SGR assumiu o cargo. Outra baixa será a do narrador titular da CBN  Deva Pascovicci , Deva já  foi informado que seu contrato não será renovado e a possibilidade  é muito grande que haja uma fusão entre as equipes de esportes da Globo e da CBN a partir do ano que vem.   

Por: Anderson Cheni

A Super Rádio AM em 1150 e 1370 khz

Super Rádio AM passa a ser retransmitida em dois canais na capital paulista


Mais mudanças no dial da capital paulista. A Super Rádio AM 1150 de São Paulo passou a ser retransmitida também pela 1370 AM para toda a Grande São Paulo. O canal estava com a programação da rede R.D.C., porém, na semana passada, a portadora ficou muda por um período, voltando a transmitir a programação da Super Rádio AM. Não há confirmação de quanto tempo a transmissão ficará no ar.


A R.D.C. estreou em 1370 AM no dia 17 de agosto substituindo a programação popular da Rádio Apolo. A rádio pertence a uma rede chamada “Rede do Coração” (ex-Rede Romântica), cadeia de emissoras que já conta com cobertura em cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Campinas, Goiânia, Vitória, entre outros mercados. Vale lembrar que a 1370 AM também foi notícia recentemente devido a troca de nome, encerrando os trabalhos como Rádio Iguatemi.

Ouvintes da Grande São Paulo perceberam que a programação da R.D.C. deixou de ser transmitida na semana passada, quando a 1370 AM ficou “muda” no ar por alguns dias. Depois disso, voltou ao ar retransmitindo a grade da Super Rádio AM, emissora que conta com programação popular na capital paulista.


A 1370 AM é uma frequência que contou com diversas mudanças nos últimos meses. Recentemente ela deixou de transmitir a Rádio Iguatemi, que tinha sua programação também veiculada pela 96.5 FM da região de Campinas.

Ex-Rede Romântica, o nome R.D.C. surgiu em março deste ano após não ter o direito de utilização do nome fantasia anterior. Também em março de 2015 a rede inaugurou a sua emissora na região de Campinas, operando em 99.7 FM (torre de transmissão a partir de Amparo). No final de 2014 a rádio passou a ser acompanhada na Grande Curitiba através da 107.1 FM, antiga Rádio Dimensão.

Também já contava com emissoras na Grande Vitória (onde substituiu a extinta Oi FM em 105.7 FM), Grande Goiânia (88.9 FM), Região de Ribeirão Preto (substituiu a local SIR FM em 98.7 FM de Orlândia/Nuporanga e também em 92.5 FM de Ipuã), além de estações no Rio de Janeiro (710 AM) e Belo Horizonte (570 AM).

Fonte: Tudoradio.com

Dudu Camargo!

Dudu Camargo deixa a Super Rádio O site Notícias da TV, do jornalista Daniel Castro, publicou na manhã desta terça-feira a notícia da d...