segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Fox oficializa saída da Sky e pede desculpas aos telespectadores.

Canais Fox são substituídos na Sky por "extra" da ESPN e batalha de robô.


Depois de adiar por duas vezes tentando uma solução, não teve jeito: a Fox retirou na noite deste domingo (5) todos os seus canais da Sky, a segunda maior operadora do país, com mais de cinco milhões de assinantes.

O fato, mesmo programado, pegou bastante gente de surpresa. Havia esperança de um desfecho feliz nas redes sociais, considerando que neste domingo o Fox Sports completou cinco anos de existência no Brasil - curiosamente, o sinal foi interrompido no meio de um jogo importante: Juventus x Inter, pelo Campeonato Italiano.

No total, foram 12 sinais de seis canais que foram substituídos por outros. A grande maioria por emissoras do grupo Discovery.

No lugar dos canais Fox Sports, nos números 26 e 27 em SD, entraram ESPN + e ESPN Extra. O primeiro passa eventos ao vivo, esportes americanos, tem programas fixos de games e alguns debates, como o "Olhar ESPNw", mesa com jornalistas e profissionais mulheres falando sobre o papel feminino no esporte.

Já o segundo nada mais é do que um canal disponível no Watch ESPN que reprisa atrações dos três canais principais da ESPN 24 horas por dia. É a primeira operadora em que ele entra e justamente neste momento delicado.

No tradicional canal 45 da Fox, entrou o Discovery Science, 100% dedicado à ciência e a curiosidades robóticas. Uma de suas atrações, por exemplo, é um campeonato de robôs de batalha (foto/acima), bem ao estilo do antigo anime "Meda Bots", um dos mais famosos nos anos 2000 aqui no Brasil.

No lugar do canal 47, antes do FX, entrou o Discovery Turbo, dedicado apenas ao automobilismo e esporte a motor. Em algumas operadoras, como a Vivo TV, ele é vendido como esportivo, mas não pode-se dizer isso. Seu foco é mais na parte técnica, sendo especialmente dedicado a quem gosta de carros, motos e veículos automotores.

Já no também tradicional canal 51, antes do National Geographic, entrou o Discovery Civilization, que é de fato uma versão do popular NatGeo, mas feita por outra programadora. O foco é o mesmo: documentários sobre história, curiosidades sobre o mundo, entre outras atrações "nerds".

Já no canal 93, que era do Fox Life, entrou uma versão SD do Discovery Theather, que tem apenas cobertura em HD nas operadoras. Ele exibe os melhores momentos da programação tradicional do Discovery Channel com alta qualidade de som e imagem.

Nos canais HD, algumas diferenças. No 226 do Fox Sports 2, entrou a versão em alta definição do TLC, canal de culinária e viagens do Discovery. No 227, uma versão HD do ESPN Extra. No 245, foi colocado o Discovery Science. No 247, saiu o FX e entrou a versão HD do ID, canal de crimes e mistério do Discovery.

Por fim, no 251, foi retirado o NatGeo e entrou a versão em alta definição do Discovery Civilization, e no 252, saiu o canal 2 em HD do NatGeo - chamado de Nat Geo Wild, que mostra apenas documentários sobre a vida animal - e entrou a versão HD do Animal Planet, que tem a mesma proposta.

Até o momento, Fox e Sky estão longe de uma volta. Valores e propósitos diferentes são as questões. Por enquanto, o assinante da operadora terá que se contentar com estes canais citados acima. Ou entrar em contato com a central de atendimento para negociar descontos ou até mesmo pedir o cancelamento, como muita gente vem dizendo que irão fazer.

Fonte:Na Telinha por Gabriel Vaquer

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Ouvintes Lamentam o fim da MPB FM

MPB FM sai do ar para dar lugar à Band News FM no Rio de Janeiro




Por essa ninguém esperava: a MPB FM , frequência do Grupo Bandeirantes que opera em 90,3FM no Rio de Janeiro vai sair do ar ainda esta noite. Em seu lugar, entra a Band News FM, que vai deixar os 94,9Mhz, espaço que ocupava no dial da região desde sua criação. A equipe da MPB FM já foi comunicada da decisão e muitos já estão em processo de desligamento da empresa. Informações ainda não confirmadas, dão conta de que os 94,9Mhz serão devolvidos ao Grupo Fluminense (dono da frequência onde hoje entra a Band News) será devolvida no mês de maio.

Vamos atualizando o post, conforme as informações forem avançando.

UPDATE (31.01) 18h55 – O site Rádio de Verdade informa: “há a intenção de uma parceria dentro do Grupo Bandeirantes para passar o sinal da Bradesco Esportes para o canal que hoje é arrendado pela Bandnews FM em 94,9FM, mas os custos inviabilizariam o negócio”.

Leia mais no http://www.radiodeverdade.com/destaques/2017/01/31/mpb-fm-deixa-o-dial-carioca-e-da-o-lugar-para-bandnews-fm/

Comentário: Faz muito sentido: a frequência dos 94,9FM tem um alcance muito melhor na cidade do Rio de Janeiro. No Rio de Janeiro, a Bradesco Esportes entra em 91,1Mhz, frequência do próprio Grupo Bandeirantes, a partir da cidade de Petrópolis. Segundo relatos de ouvintes, o sinal chega irregular em grande parte da cidade do Rio de Janeiro.

UPDATE (01.02) 00h15 – A MPB FM segue no ar, ao menos na Internet. Até o momento em que eu escrevo este adendo, o link da emissora no site Rádios está tocando músicas brasileiras, sabe-se lá até quando. A emissora decidiu separar o sinal da web do sinal que vai para o dial. Veja abaixo a comunicação feita por intermédio em seu perfil no Facebook



No dial a transição foi abrupta. A música que estava rolando na hora (era do Zeca Pagodinho) foi interrompida para a entrada da Band News. Ouça no player abaixo. Obrigado ao James Azevedo pela cortesia do áudio.




Por: Rodney Brocanelli

Rede Mais Esportes

Rede Mais Esportes já é um sucesso no Rio de Janeiro Iniciada em janeiro deste ano, a “Rede Mais Esportes” já se consolidou no Rio de Ja...